Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > ESPORTES
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
10/07/2024 às 12:40 - há XX semanas | Autor: AFP

SEMIFIANL

Inglaterra e Holanda disputam vaga na final da Eurocopa

Quem vencer enfrentará a Espanha no domingo, 14

Jogadores da Inglaterra durante treino
Jogadores da Inglaterra durante treino -

Pouco acostumados a se enfrentarem em fases tão decisivas em grandes competições, a Holanda encara nesta quarta-feira, 10, às 16h (horário de Brasília) nas semifinais da Eurocopa-2024, uma Inglaterra que passou de favorita a 'equilibrista', após uma campanha na corda bamba em que por pouco não foi eliminada.

No jogo em Dortmund, a Inglaterra deveria entrar em campo como favorita, por sua condição de vice-campeã na última edição do torneio e por ter um elenco repleto de jogadores talentosos. Mas não será esse o caso, devido à pouca eficiência dos 'Three Lions' até o momento e à boa fase holandesa.

LEIA MAIS:
Após eliminação, Mbappe avalia atuação na Euro: "Fracasso"
Urgente! Vasco anuncia retorno de Philippe Coutinho

Desse jogo equilibrado, sairá o adversário da Espanha, que nesta terça-feira já garantiu sua vaga na final ao vencer a França de virada por 2 a 1.

"Desafia a lógica do futebol"

"A Inglaterra desafia a lógica do futebol, não é normal jogar tão mal e ainda assim vencer", disse amargamente o ex-jogador da seleção inglesa Jamie Carragher, depois da classificação para a semifinal, no Daily Telegraph.

Na Alemanha, a seleção comandada por Harry Kane só venceu na estreia no jogo contra a Sérvia (1-0) ao final dos 90 minutos regulamentares.

Em seguida, fechou a fase de grupos com empates contra a Dinamarca (1-1) e a Eslovênia (0-0), superou a Eslováquia (2-1) nas oitavas de final na prorrogação e nas quartas de final venceu a Suíça nos pênaltis (5-3) após um empate em 1 a 1.

Entre a cautela e a incapacidade de acelerar, a Inglaterra se mostra hesitante, por vezes ansiosa, e luta para transformar o seu considerável talento ofensivo em gols: nos jogos de eliminação direta, chutou apenas cinco vezes na direção da baliza em 240 minutos.

Ingleses "muito unidos"

Apesar de tudo isso, a seleção do técnico Gareth Southgate chegou ao 'Top 4' de um grande torneio pela terceira vez em quatro ocasiões, depois de já ter conseguido o feito na Copa do Mundo de 2018 (derrota para a Croácia nas semifinais) e na Euro de 2021 (vitória sobre a Dinamarca).

A final contra a Espanha, que será disputada no dia 14 de julho, em Berlim, está a poucos passos de um grupo animado por sua resiliência e solidariedade.

"Esses dois últimos jogos nos uniram como grupo. Sempre fomos um grupo muito unido, mas quando você passa por uma prova como essa, nos une ainda mais", garantiu o zagueiro Luke Shaw.

A Holanda cultivou a sua esperança de outra forma. Depois de uma fase de grupos discreta, com uma vitória, um empate e uma derrota, pisou no acelerador contra a Romênia (3-0) e ganhou de virada da Turquia (2-1).

Fez isso deixando a impressão de ter subido um degrau ao longo do torneio e com a facilidade de criar oportunidades, duas vantagens que a Inglaterra não possui.

O técnico Ronald Koeman conta especialmente com Memphis Depay e Cody Gakpo, dois atacantes decisivos nos gramados alemães.

Posicionado na ponta esquerda e não no centro como faz no Liverpool, Gakpo coloca os defensores adversários em apuros devido à sua capacidade de atacar e finalizar.

O jogador de 25 anos marcou três gols em cinco jogos, o que o coloca como um dos artilheiros da competição. Ele também foi o protagonista do gol contra do turco Mert Müldur, que mandou para a própria meta quando estava sendo pressionado pelo jovem holandês.

Jogadores da Holanda durante treino
Jogadores da Holanda durante treino | Foto: Ronny HARTMANN / AFP

Vinte anos de espera

Gakpo não é o único jogador do campeonato inglês de sua seleção: o lateral Bart Verbruggen (Brighton), seu companheiro e capitão em Anfield Virgil Van Dijk, Nathan Aké (Manchester City) e Micky van de Ven (Tottenham) também disputam a Premier League.

"Se olharmos para a qualidade dos jogadores das duas seleções, podemos esperar que o ritmo e o nível sejam muito elevados", antecipa Van de Ven.

Os holandeses estão mais uma vez confiantes de que a maré laranja irá intimidar a Inglaterra e ajudá-los a chegar à primeira final de um grande torneio desde a Copa do Mundo de 2010 (quando perderam para a Espanha).

No momento, a Holanda conseguiu retornar às semifinais, dez anos depois de alcançá-las na Copa do Mundo de 2014 e vinte anos depois da Eurocopa de 2004.

Uma fase da competição em que foi eliminada algumas vezes: depois de se sagrar campeã continental em 1988, também na Alemanha, com uma seleção histórica que tinha Gullit, Van Basten e Rijkaard, os holandeses perderam as três semifinais seguintes que disputaram na Eurocopa (1992, 2000 e 2004).

Assuntos relacionados

Eurocopa Harry kane holanda inglaterra

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

Eurocopa Harry kane holanda inglaterra

Cidadão Repórter

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

Eurocopa Harry kane holanda inglaterra

Publicações Relacionadas

A tarde play
Jogadores da Inglaterra durante treino
Play

"Aonde queremos chegar?", questiona Ceni após 9º triunfo na Série A

Jogadores da Inglaterra durante treino
Play

Vídeo: Goleiro atingido por PM dentro de campo revela estar "abalado"

Jogadores da Inglaterra durante treino
Play

Dentro de campo, goleiro leva tiro disparado por policial; assista

Jogadores da Inglaterra durante treino
Play

VÍDEO: Darwin Núnez troca socos com torcedores na arquibancada

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA