Vettel se emociona ao guiar McLaren de Senna: "Foi incrível" | A TARDE
Atarde > Esportes

Vettel se emociona ao guiar McLaren de Senna: "Foi incrível"

Homenagem marca os 30 anos da morte do piloto brasileiro

Publicado domingo, 19 de maio de 2024 às 14:49 h | Autor: *Da Redação
Vettel guiou McLaren de Senna e carregou bandeira do Brasil
Vettel guiou McLaren de Senna e carregou bandeira do Brasil -

O tetracampeão de Fórmula 1, Sebastian Vettel, voltou às pistas para pilotar a McLaren de 1993 de Ayrton Senna durante o GP da Emilia Romagna, em Imola, na Itália. Esta homenagem marca os 30 anos da morte do piloto brasileiro, que sofreu um acidente fatal na mesma pista durante um fim de semana trágico para a categoria, quando também faleceu o austríaco Roland Ratzenberger em um forte acidente.

O alemão liderou as homenagens ao brasileiro neste fim de semana, organizando uma corrida a pé que contou com a participação de todos os pilotos do grid atual, além de muitos competidores da F2 e F3. Vettel se emocionou ao sair do carro e ser recebido pelas sobrinhas de Ayrton, Bianca e Paula Lalli.

Pilotando a McLaren MP4/8 de Ayrton Senna, usada na temporada de 1993, o tetracampeão de F1 prestou uma reverência ao último carro do tricampeão.

Leia mais: 

Max Verstappen vence GP da Emilia-Romagna de F1

"Definitivamente estava muito emocionado. Não sei, é difícil colocar em palavras. Acho que foi uma das emoções mais fortes que senti, apesar de estar sozinho na pista e nem mesmo correndo. Foi incrível. Quando peguei as bandeiras, foi tão poderoso", declarou Sebastian Vettel.

Vettel vestiu um macacão, balaclava e capacete com as cores que representaram Senna em seus dez anos de carreira na F1. Além disso, ele carregou a bandeira do Brasil em homenagem ao tricampeão.

"Estou feliz por ter a coragem de abordar a minha ideia, e convidar a família Senna para isso. Recebi só comentários positivos, e senti que era a melhor coisa para fazer. O Ayrton é um piloto que será lembrado, mas precisamos fazer isso sempre", afirmou Vettel.

O piloto também carregou a bandeira da Áustria em homenagem a Roland Ratzenberger, que faleceu em um acidente no GP de San Marino de 1994 em Imola, um dia antes de Senna, no sábado.

O MP4/8 ajudou Ayrton a conquistar cinco vitórias na F1, incluindo as marcantes vitórias no GP da Europa, em Donington Park, e no GP do Brasil, no Autódromo de Interlagos.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS