Equipes buscam vestígios de passageiros após avião cair na China

As esperanças de encontrar sobreviventes são praticamente nulas

Publicado terça-feira, 22 de março de 2022 às 07:50 h | Atualizado em 22/03/2022, 07:50 | Autor: AFP e Redação
Estavam a bordo 132 pessoas, entre passageiros e tripulantes
Estavam a bordo 132 pessoas, entre passageiros e tripulantes -

As equipes de resgate lutavam nesta terça-feira, 22, contra a chuva e a lama na busca por vestígios das 132 pessoas que estavam a bordo do Boeing-737 da China Eastern que caiu em uma área montanhosa no sudoeste da China na segunda-feira.

As esperanças de encontrar sobreviventes são praticamente nulas um dia após o acidente do Boeing 737-800, provavelmente a catástrofe aérea com o maior número de mortes na China em quase três décadas.

As perguntas se acumulam sobre as causas do acidente com a aeronave, que perdeu mais de 26.000 pés (quase 8.000 metros) em apenas três minutos, antes de cair em uma montanha na tarde (horário local) de segunda-feira, 21.

A companhia aérea reconheceu que pessoas a bordo do voo, que viajava entre as cidades de Kunming (sudoeste) e Cantão (sul), morreram, mas não divulgou detalhes.  

O presidente Xi Jinping ordenou uma investigação profunda para que as causas do acidente sejam determinadas o mais rápido possível.

Equipes de resgate, bombeiros e agentes de unidades de emergência seguiram para a área rural da região de Guangxi, local do acidente.

Os funcionários examinavam os pedaços queimados do avião e rastros do incêndio provocado. Um deles especulou que os passageiros teriam sido "totalmente incinerados" pela intensidade das chamas.

A imprensa estatal exibiu imagens das equipes de resgate na área da queda do avião, entre árvores derrubadas e pedaços do Boeing, incluindo uma peça com o símbolo da companhia aérea.

Outras imagens mostravam funcionários utilizando drones para facilitar as buscas no terreno íngreme e com vegetação densa.

O desastre aconteceu após uma queda vertical em alta velocidade, de acordo com um vídeo divulgado pela imprensa chinesa. 

Publicações relacionadas