Só legalização pode derrubar máfias, diz ex-presidente da Colômbia

Nobel da Paz em 2016, Juan Manuel Santos diz estar 100% de acordo com o atual presidente colombiano no tema

Publicado sexta-feira, 08 de julho de 2022 às 09:54 h | Atualizado em 08/07/2022, 09:54 | Autor: Da Redação
"O que isso me ensinou? Que essas soluções não debilitam as máfias", disse Juan Manuel Santos sobre repressão ao tráfico de drogas
"O que isso me ensinou? Que essas soluções não debilitam as máfias", disse Juan Manuel Santos sobre repressão ao tráfico de drogas -

Na contramão de muitos políticos no Brasil, que usam o tema para atacar adversários mesmo sem apresentar provas sobre o posicionamento dos rivais, o ex-presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, mesmo sendo de oposição ao atual mandatário, disse estar 100% em acordo com Gustavo Petro quando o tema é legalização das drogas. 

“Trabalhei em destruir plantações de coca com químicos que são destrutivos para a natureza e para o homem, fiz apreensões de drogas, mandei extraditar mais de 1.400 narcotraficantes. E, mesmo assim, o negócio do narcotráfico continuou e continua, até maior que antes. O que isso me ensinou? Que essas soluções não debilitam as máfias. E que a solução é a legalização das drogas”, disse Juan Manuel Santos em entrevista à Folha de S. Paulo, publicada nesta quinta-feira, 7.

Ganhador do Nobel da Paz em 2016 por conseguir acordo de paz com as Farc durante seu governo, Juan Manuel Santos disse enxergar a reforma agrária como um importante fator de transformação na Colômbia. “A Colômbia é um país muito desigual, com 80% da concentração de terras em mãos de poucas famílias”, justificou.

Publicações relacionadas