Adolfo busca diálogo com Junior Nascimento sobre a presidência | A TARDE
Atarde > Política > Bahia

Adolfo busca diálogo com Junior Nascimento sobre a presidência

Segundo o presidente, ele conta com o apoio de 59 dos 63 deputados para sua reeleição

Publicado terça-feira, 22 de novembro de 2022 às 21:49 h | Atualizado em 22/11/2022, 23:31 | Autor: Eduardo Tito
Presidente da ALba, Deputado Adolfo Menezes
Presidente da ALba, Deputado Adolfo Menezes -

Após o fim da sessão que aprovou a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), na tarde desta terça-feira, 22, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado Adolfo Menezes (PSD), falou da disputa pela presidência da casa  contra a deputada Ivana Bastos, do seu partido.

"O deputado no Junior Nascimento que é meu adversário, não é inimigo, em Campo Formoso que eu não tive com ele. Mas eu não tive oportunidade de conversar com ele ainda então, converso com todo mundo. Não tenho inimigo graças a Deus. Existe uma disputa municipal da eleição, mas não é inimizade. Eu acho que na política o Brasil tá vivendo um período muito ruim que nós nunca vivemos. Você as vezes tem disputa acalorada nos debates você não precisa estar com xingamento, estar com violência porque violência não leva a lugar nenhum então a democracia de todos os regimes ainda é o melhor de todos né". disse o Adolfo que busca a reeleição na presidência.

O presidente da casa afirmou que está aguardando a chegada da deputada Ivana Bastos (PSD), para anunciar apoio a sua reeleição mas ressaltou que é legitimo o direito de todos desejarem concorrer ao pleito. Ivana também tinha seu nome na disputa pela presidência da Casa Legislativa.

"Olha, eu quero mais uma vez dizer que todos os 62 deputados, comigo 63, tem legitimidade, tem direito de pleitear, de presidir a casa. Mas com muito orgulho eu posso até porque já foi publicado ai na imprensa praticamente 59 apoios que eu tenho. Hoje mesmo o resumo nós temos hoje apenas o deputado Hilton Coelho que não é contra, o partido dele sempre tem candidatura mesmo que seja a dele própria. Pelo menos essa era a orientação até a eleição passada não conversei com ele ainda pra ver se esse ano vai ser a mesma coisa", finalizou o deputado.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS