Custo da Ponte Salvador-Itaparica foi elevado de R$ 6 bi para R$ 13 bi | A TARDE
Atarde > Política > Bahia

Custo da Ponte Salvador-Itaparica foi elevado de R$ 6 bi para R$ 13 bi

Jerônimo estima que contrato será restabelecido com consórcio; caso haja imprevistos, será distratado

Publicado segunda-feira, 21 de agosto de 2023 às 11:28 h | Atualizado em 21/08/2023, 12:24 | Autor: Lula Bonfim e Eduardo Dias
Governador Jerônimo Rodrigues voltou a falar sobre o contrato com o consórcio de empresas que vai construir a Ponte Salvador-Itaparica
Governador Jerônimo Rodrigues voltou a falar sobre o contrato com o consórcio de empresas que vai construir a Ponte Salvador-Itaparica -

O governador Jerônimo Rodrigues voltou a falar sobre o contrato com o consórcio de empresas que vai construir a Ponte Salvador-Itaparica. Segundo ele, o valor da obra foi elevado de R$ 6 bilhões para R$ 13 bilhões desde que foi assinado. 

Jerônimo disse ainda que tem mantido conversas com o consórcio vencedor da licitação da ponte e estipulado prazo para retorno de questionamentos específicos que, caso não sejam respondidos, como data para início das obras, poderá causar distrato do contrato e nova licitação. 

“Conversamos com o consórcio e demos um prazo a ele. Com o governo federal ao nosso lado, podemos fazer isso. Colocamos para que dentro do prazo que eles acharem que poderia fazer os estudos, apareceram algumas pendências…e a pendência é justamente qualificar o custo da obra. Quando Rui assinou esse contrato, ele girava em torno de seis a R$ 7 bilhões. Com a pandemia, com os insumos, o mercado cambial sendo elevado, hoje a obra chega perto de R$ 13 bilhões. Portanto, é preciso fazer uma equalização e nós entendemos isso”, afirmou o governador.

Jerônimo pontuou que o Governo do Estado está à disposição do consórcio vencedor e que aguarda respostas positivas como data de início para a construção e reiterou o que pensa sobre o distrato do contrato.

“Estamos nos colocando à disposição do consórcio para nos debruçar sobre isso. Tem uma equipe da CCCC e da CR20, que compõem o consórcio, aqui na Bahia, já dispostas a sanar essas pendências. Assim que tivermos essas respostas vamos poder dizer: vai iniciar a obra. A gente vai botar data e hora marcada. Ou se tiver algum empecilho que a gente perceba que vai demorar muito, pode ter certeza que eu tomarei a decisão de distratar e fazer um novo processo de licitação. Eu não estou anunciando distrato. Nós recolocamos  à mesa para que esse contrato seja restabelecido. Tenho certeza que com o governo federal nós conseguiremos…temos a tranquilidade de dizer, vamos iniciar essa obra, caso não dê certo, vamos rever o contrato”, afirmou. 

 

 

Presente no mesmo evento, o ministro da Casa Civil, Rui Costa, explicou aa ausência da ponte Salvador-Itaparica no PAC. Segundo ele, ainda existe uma possibilidade de inclusão da obra após renegociação do contrato.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS