Deputados do PP baiano se mostram otimistas com eleição estadual

Em entrevista ao Portal A TARDE, Cacá Leão e Negromonte Júnior demonstraram estar confiantes com nova aliança

Publicado quinta-feira, 17 de março de 2022 às 16:58 h | Atualizado em 17/03/2022, 17:03 | Autor: Daniel Brito e Lucas Franco
Cacá Leão e Mário Negromonte Júnior
Cacá Leão e Mário Negromonte Júnior -

Parlamentares do Progressistas na Bahia demonstraram otimismo com as eleições majoritárias na Bahia após o partido desembarcar da base governista para apoiar a candidatura do ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (UB).

Em entrevista ao Portal A TARDE nesta quinta-feira, 17, durante o evento que selou a candidatura ao senado e o apoio de seu pai, João Leão, a Neto, o deputado Cacá Leão disse acredita na força da legenda para a disputa eleitoral. 

"O PP é um partido forte, unido e está mostrando aqui a sua unidade. Tanto é que nesse evento aqui de hoje, conta com a presença de seus quatro deputados federais, seus oito deputados estaduais, vários prefeitos do interior, região metropolitana, pra agradar a consolidação desse projeto. Tenho certeza absoluta que a Bahia vai colher os frutos dessa união", afirmou.

Sobre os diferentes apoios no grupo político à presidência da República, Cacá afirmou que haverá diálogo. "A gente vai conversar, dialogar. Esse é o Partido Progressistas, de diálogo, que respeita a vontade dos seus filiados, a independência deles pelos quatro cantos do Brasil. Sempre foi assim e nessa eleição não será diferente. Vamos dialogar, conversar e construir", assinalou.

Outro deputado federal, Mário Negromonte Júnior aposta na capilaridade da agremiação política no interior do estado com várias prefeituras sob seu comando, embora alguns prefeitos já tenham declarado apoio a Jerônimo Rodrigues. Perguntado se a intenção de Neto em ter 10 partidos na chapa pode gerar um conflito de interesses, especialmente sobre apoio às candidaturas ao governo federal, ele crê no contrário.

"Os partidos podem vir. É uma largada muito forte na campanha. Obviamente que, quando começar o jogo, as pesquisas, a tendência é, na minha opinião, crescer. Se não for com partidos, mas com apoios no interior, com prefeitos, com lideranças no interior, e também com presenças importantes de outros agentes políticos no decorrer desse caminho que começa agora", avaliou ao Portal.

Assim como outros representantes do PP, Negromonte Júnior afirma não ter mágoas do que aconteceu em relação à chapa governista. "Essa união, apesar do que aconteceu, vem com muita paz, muita alegria. Não há, de nossa parte, nada de rancor ou de ódio, nenhum sentimento negativo. Existe o carinho e respeito pela relação que tivemos no passado e agora é a gente avançar no projeto. Acredito que um grupo político se cria muito forte, e que pode ficar por muitos anos ajudando a Bahia", projetou.

Questionado se a legenda está buscando protagonismo na candidatura de Neto, como a vaga na vice, por exemplo, o parlamentar foi cauteloso e disse que "a confiança precisa ser conquistada aos poucos". "A gente precisa mostrar a nossa força agora nas urnas para ter esse protagonismo. Não adianta chegarmos com a força que temos e não repetirmos isso nas urnas. Temos que respeitar o espaço de cada um", disse.

"O grupo político de Neto é forte, com muitas lideranças importantes, por quem temos carinho e respeito, então ninguém veio aqui para ocupar o espaço de ninguém, muito pelo contrário, a gente quer conquistar cada vez mais fortalecer, consolidar nossa amizade e também fortalecer as nossas lideranças nesse projeto", finalizou.

Publicações relacionadas