Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > política > BAHIA
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
06/06/2024 às 19:13 - há XX semanas | Autor: Flávia Requião e Gabriela Araújo

Primeira fase das obras do Canal do Sertão serão iniciadas em 2025

Em visita ao Grupo A TARDE, presidente da Codevasf detalhou sobre obras de transposição do rio São Francisco

Projeto conta com investimento do Novo PAC
Projeto conta com investimento do Novo PAC -

A primeira fase das obras do Eixo Sul da Transposição do rio São Francisco, nomeada de Canal do Sertão, está próxima de ser retirada do papel e deve começar a ser executada entre o fim deste ano até o início de 2025, como projeta o presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Marcelo Moreira.

O projeto básico, que chegou a ser chamado de “revolucionário” por Moreira, é um dos frutos do Novo Programa de Aceleração do Crescimento [PAC], apadrinhado pelo ministro da Casa Civil, Rui Costa. Para este primeiro momento da iniciativa, a estimativa do órgão é que seja aplicada até R$ 600 milhões, conforme detalhou o chefe da Codevasf, em visita ao Grupo A TARDE, nesta quinta-feira, 5.

“Nós já concluímos o projeto para iniciar essa tratativa. É uma obra que já está no PAC [Programa de Aceleração do Crescimento]. É o eixo sul da transposição e está pronta para sair, eu acredito que, entre esse ano e início do próximo ano, devemos estar iniciando essa obra fantástica que vai trazer água lá do Salitre e Juazeiro até o Centro-Oeste da Bahia, até a barragem de São José do Jacuípe. Já concluímos os projetos já está cadastrada no PAC então é uma obra que temos a expectativa grande. [...]. A primeira fase a gente está estimando que seja algo em torno de R$ 400 e R$ 600 milhões”, disse Moreira.

A principal diretriz da construção do Canal do Sertão, que vai auxiliar na perenização de bacias hidrográficas dos Rios Itapicuru e Jacuípe, na Bahia, é garantir o acesso de água de qualidade a 1,2 milhões de pessoas, em 44 municípios. Com 300 km de canal, a expectativa é que a obra seja realizada por fase, com a perspectiva de ser concluída em 10 anos.

“Naturalmente é uma obra muito longa, são 300 km de canal, de uma obra entre R$ 4 a R$ 5 bilhões, mas que vai ser feita de forma faseada. Essa primeira fase, serão 20 km de canal, com duas estações de bombeamento, que vão trazer as águas de São Francisco a um ponto, o D700, e a partir desse ponto a água vai toda por gravidade”, complementou.

Uma das novidades promovidas do Canal do Sertão é a retirada das bombas hidrelétricas para a transportação das águas fluviais até a barragem São José do Jacuípe, no semiárido baiano. “Sem nenhuma bomba ou gasto de energia, atendendo a 42 municípios de forma direta e as adjacências”.

O Canal do Sertão Baiano ​é um sistema hídrico de adução e distribuição de água bruta com captação no rio São Francisco, n​a área do Projeto de Irrigação Salitre, para garantia da segurança hídrica das bacias hidrográficas Salitre, Tourão/Poções, Itapicuru e Jacuípe e​ do município de Uauá.

Entre os municípios contemplados com a iniciativa estão: Andorinha; Antônio Gonçalves; Caém; Caldeirão Grande; Campo Formoso; Candeal; Capela do Alto Alegre; Capim Grosso; Filadélfia; Gavião; Ichu; Itiúba; Jacobina; Jaguarari; Juazeiro; Mairi; Miguel Calmon; Mirangaba; Morro do Chapéu; Mundo Novo; Nova Fátima; Ourolândia; Pé de Serra; Pindobaçu; Pintadas; Piritiba; Ponto Novo; Queimadas; Quixabeira; Riachão do Jacuípe; Santaluz; São Domingos; São José do Jacuípe; Saúde; Senhor do Bonfim; Serrolândia; Sobradinho; Tapiramutá; Umburanas; Valente; Várzea da Roça; do Poço e Nova e Uauá.

Projeto Salitre

O Canal do Sertão Baiano ainda será interligado ao Projeto Salitre, perímetro irrigado de cerca de 5,1 mil hectares implementado pela Codevasf em 1998, em Juazeiro (BA). Com a iniciativa, também sob o guarda-chuva da Codevasf, a tendência é que o perímetro seja expandido. As obras serão divididas em cinco etapas.

Até agora, o Projeto Salitre recebeu R$ 915,7 milhões em investimentos federais. O montante serviu para a aquisição da área, além da construção de 41,5 quilômetros de canais, 159,5 quilômetros de drenos, 116,3 quilômetros de estradas, 6,38 quilômetros de adutoras, seis estações de bombeamento e oito reservatórios.

Canal do Xingó

Outra novidade revelada pelo presidente da autarquia, Marcelo Moreira, leva em conta a transposição das águas do São Francisco até a cidade de Sergipe. Os estudos iniciais apontam que o canal deverá beneficiar 69,3 mil pessoas, além de gerar 16,5 mil empregos diretos e 33 mil empregos indiretos.

“Temos também o canal do Xingó, que é um canal que vai abastecer Sergipe, mas vai sair de Paulo Afonso e passar pela Santa Brígida até chegar em Sergipe. Todo o início do canal do Xingó, ele passa pela Bahia e vai permitir a ampliação também de um novo perímetro de irrigação em Santa Brígida”, disse.

Adutora da fé

A Codevasf também deu início às obras da criação da adutora da fé, no município de Bom Jesus da Lapa, onde será implantada uma Estação Elevatória de Água Bruta (EEAB), interligada a uma Estação de Tratamento de Água (ETA). Cerca de 70 mil pessoas devem ser beneficiadas no município.

“Já estamos concluídos a primeira etapa agora. Bom Jesus da Lapa é o terceiro maior centro turístico religioso, só perde para São Paulo e Belém. A cidade está sempre cheia por causa desse turismo religioso e praticamente falta água todos os meses, então, estamos fazendo uma adutora do São Francisco para abastecer não só Bom Jesus da Lapa como os municípios vizinhos, Riacho de Santana e Igaporã”, concluiu.

Assuntos relacionados

Canal do Sertão Desenvolvimento regional infraestrutura Nordeste transposição de água

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

Canal do Sertão Desenvolvimento regional infraestrutura Nordeste transposição de água

Repórter cidadão

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

Canal do Sertão Desenvolvimento regional infraestrutura Nordeste transposição de água

Publicações Relacionadas

A tarde play
Projeto conta com investimento do Novo PAC
Play

"Irresponsáveis", diz vereador sobre mulheres que denunciam agressão

Projeto conta com investimento do Novo PAC
Play

Deputados trocam empurrões durante sessão desta terça na Alba

Projeto conta com investimento do Novo PAC
Play

Ex-prefeito tenta derrubar lei de Muniz que proíbe sacolas plásticas

Projeto conta com investimento do Novo PAC
Play

Vídeo: presidente da Câmara de SAJ recebe alta após espancamento

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA