Secretário de Comunicação pede demissão do governo Colbert

Gestão do prefeito de Feira de Santana está envolvida em polêmicas recentes

Publicado quinta-feira, 04 de agosto de 2022 às 19:09 h | Atualizado em 04/08/2022, 19:45 | Autor: Da Redação
Colbert Martins enfrenta problemas com a Câmara de Vereadores de Feira de Santana
Colbert Martins enfrenta problemas com a Câmara de Vereadores de Feira de Santana -

A gestão do prefeito Colbert Martins (MDB) em Feira de Santana sofreu mais um duro golpe nesta sexta-feira, 04, com o pedido de exoneração do secretário de Comunicação, Edson Borges. O gestor ocupa a chefia da Secom desde o segundo semestre de 2020.

O pedido teria sido feito há duas semanas, mas por conta dos benefícios acumulados, a prefeitura de Feira de Santana determinou férias a Edson Borges, com o objetivo dele repensar a sua decisão. No entanto, de acordo com o Blog do Velame, o secretário está decidido a deixa o cargo e espera a exoneração ser publicada no Diário Oficial. 

A substituta de Edson Borges deve ser Renata Maia, ex-repórter da TV Subaé, que na ausência do ainda chefe da Secom tem dado as ordens na secretaria. Outro nome ventilado é do jornalista Andrews Pedra Branca, experiente jornalista que atua na comunicação de Feira de Santana. 

Cassação de Colbert

Colbert Martins enfrenta problemas com a Câmara de Vereadores de Feira de Santana, que apontou irregularidades na sua gestão em relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos contratos, também conhecida como CPI da Saúde. O documento foi divulgado na última quinta-feira, 28. 

De acordo com o relatório, disponível no Diário Oficial Eletrônico do Legislativo em edição extra, a gestão municipal foi “às vezes omisso e às vezes optou por agir de forma negligente, nos contratos realizados pela prefeitura com instituições privadas da área de saúde, trazendo grandes e sérios prejuízos ao erário”.

Por conta disso, vereadores criaram uma comissão para analisar a possibilidade da cassação do prefeito. A comissão é formada pelos vereadores Edvaldo Lima (MDB), Pedro Cícero (Cidadania), Jhonatas Monteiro (Psol), Jurandy Carvalho (PL), e José Carneiro (MDB). A liderança é do presidente da Câmara, vereador Fernando Torres (PSD).

Publicações relacionadas