Arthur Maia e Eliziane Gama serão presidente e relatora da CPMI do 8/1 | A TARDE
Atarde > Política > Brasil

Arthur Maia e Eliziane Gama serão presidente e relatora da CPMI do 8/1

Instalada nesta quinta, chapa com presidente e relator foi oficialmente definida

Publicado quinta-feira, 25 de maio de 2023 às 11:17 h | Atualizado em 25/05/2023, 12:18 | Autor: Da Redação
Mesa:
deputado Arthur Oliveira Maia (União-BA);
presidente eventual da CPMI do 8 de Janeiro, senador Otto Alencar (PSD-BA)
Mesa: deputado Arthur Oliveira Maia (União-BA); presidente eventual da CPMI do 8 de Janeiro, senador Otto Alencar (PSD-BA) -

Deputados e senadores se reuniram pela primeira vez nesta quinta-feira, 25, para dar início aos trabalhos da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investigará os atos antidemocráticos de 8 de janeiro. A abertura da sessão é presidida pelo senador Otto Alencar (PSD).

A chapa com o presidente da CPMI, Arthur Maia, e a relatora, Eliziane Gama, foi oficialmente definida e aprovada pelos membros. 

Ao assumir a presidência da CPMI, Arthur Maia afirmou que o colegiado investigará o que chamou de "narrativas" sobre os ataques em que o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal (STF) foram invadidos e depredados em Brasília.  

"Temos a responsabilidade de zelar por esse legado democrático, trazido por tantos homens e mulheres, alguns que perderam a sua vida", disse. "Não é razoável que não tenhamos vivido aquilo que aconteceu no dia 8 de janeiro, com a invasão da sede dos Três Poderes e aqui a essa Casa, ao Supremo Tribunal Federal, ao Palácio do Planalto, e nada disso seja investigado por esta própria Casa. Sabemos que há uma narrativa de que tudo que aconteceu está envolvido em uma orquestração maior de um possível golpe para interromper a democracia no Brasil. Isso tem que ser investigado, isso não pode passar em branco", acrescentou o deputado.

A relatora ressaltou a importância do debate para o fortalecimento da democracia no país e a representação feminina na mesa que conduzirá os debates na comissão. Na próxima sessão, a senadora apresentará o plano de trabalho da comissão. As reuniões serão realizadas semanalmente às quintas-feiras, às 9h.

"Acabo de receber uma das maiores missões da minha vida política: relatora da CPMI para investigar um dos atos mais terríveis da história do Brasil. A missão que me é dada se pauta pelo equilíbrio, pela boa audição para ouvir todos os lados e muita diligência para analisar detidamente fatos, atos e provas. É o que cumpriremos com rigor", disse Eliziane.

Confira a lista de parlamentares que vão participar:

Senadores (titulares):

Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB)

Marcelo Castro (MDB-PI)

Soraya Thronicke (União-MS)

Davi Alcolumbre (União-AP)

Marcos do Val (Podemos-ES)

Cid Gomes (PDT-CE)

Eliziane Gama (PSD-MA)

Omar Aziz (PSD-AM)

Otto Alencar (PSD-BA)

Fabiano Contarato (PT-ES)

Rogério Carvalho (PT-SE)

Ana Paula Lobato (PSB-MA)

Eduardo Girão (Novo-CE)

Magno Malta (PL-ES)

Esperidião Amin (PP-SC)

Damares Alves (Republicanos-DF)

Suplentes: Izalci Lucas (PSDB-DF); Fernando Dueire (MDB-PE); Sergio Moro (União-PR); Styvenson Valentim (Podemos-RN); Giordano (MDB-SP); Professora Dorinha Seabra (União-TO); Randolfe Rodrigues (Sem partido-AP); Angelo Coronel (PSD-BA); Irajá (PSD-TO); Zenaide Maia (PSD-RN); Augusta Brito (PT-CE); Jorge Kajuru (PSB-GO); Flávio Bolsonaro (PL-RJ); Jorge Seif (PL-SC); Luis Carlos Heinze (PP-RS) e Cleitinho (Republicanos-MG).

Deputados (titulares):

Arthur Maia (União-BA)

Duarte (PSB-MA)

Amanda Gentil (PP-MA)

Carlos Sampaio (PSDB-SP)

Duda Salabert (PDT-MG)

Paulo Magalhães (PSD-BA)

Rafael Brito (MDB-AL)

Aluisio Mendes (Republicanos-MA)

Rodrigo Gambale (Podemos-SP)

André Fernandes (PL-CE)

Delegado Ramagem (PL-RJ)

Filipe Barros (PL-PR)

Rubens Pereira Júnior (PT-MA)

Rogério Correia (PT-MG)

Jandira Feghali (PCdoB-RJ)

Erika Hilton (PSOL-SP)

Suplentes: Felipe Francischini (União-PR); Gervásio Maia (PSB-PB); Evair Vieira de Melo (PP-ES); Any Ortiz (Cidadania-RS); Josenildo (PDT-AP); Laura Carneiro (PSD-RJ); Emanuel Pinheiro Neto (MDB-MT); Roberto Duarte (Republicanos-AC); Mauricio Marcon (Podemos-RS); Marco Feliciano (PL-SP); Nikolas Ferreira (PL-MG); Eduardo Bolsonaro (PL-SP); Aliel Machado (PV-PR); Carlos Veras (PT-PE); Delegada Adriana Accorsi (PT-GO) e Pastor Henrique Vieira (PSOL-RJ).

Publicações relacionadas