Bolsonaro não irá à posse de Gustavo Petro, presidente da Colômbia

Outras posses de presidente em países vizinhos também não contaram com presença de Bolsonaro

Publicado sexta-feira, 05 de agosto de 2022 às 09:00 h | Atualizado em 05/08/2022, 09:00 | Autor: Da Redação
Jair Bolsonaro também não marcou presença nas posses dos presidentes da Argentina, da Bolívia, do Peru e do Chile
Jair Bolsonaro também não marcou presença nas posses dos presidentes da Argentina, da Bolívia, do Peru e do Chile -

Jair Bolsonaro (PL) e Hamilton Mourão (Republicanos) não irão à posse de Gustavo Petro, eleito presidente da Colômbia em julho. A cerimônia, que terá o chanceler Carlos França representando o governo brasileiro, acontecerá neste domingo, 7, em Bogotá.

Ausência em posses de chefes do Executivo dos países vizinhos não é uma novidade para o presidente brasileiro. Candidato à reeleição no cargo, Bolsonaro também não marcou presença nas posses de Alberto Fernandéz, da Argentina, em 2019, de Luis Arce, da Bolívia, em 2020, de Pedro Castillo, do Peru, em 2021, e de Gabriel Boric, do Chile, em 2022.

Políticos próximos de Bolsonaro já associaram a Colômbia a um suposto grupo comunista. Petro foi o primeiro candidato de esquerda a vencer a eleição em seu país. Hamilton Mourão alegou que não marcará presença por conta de atividades de sua pré-campanha ao Senado pelo Rio Grande do Sul.

Publicações relacionadas