CNJ aponta que Moro e Dallagnol desviaram dinheiro da União | A TARDE
Atarde > Política > Brasil

CNJ aponta que Moro e Dallagnol desviaram dinheiro da União

Investigação diz que envolvidos na Operação Lava Jato atuaram "com auxílio de agentes públicos americanos"

Publicado terça-feira, 16 de abril de 2024 às 16:31 h | Atualizado em 16/04/2024, 17:03 | Autor: Da Redação
A conclusão da investigação aponta ainda para a necessidade de abertura de uma investigação criminal
A conclusão da investigação aponta ainda para a necessidade de abertura de uma investigação criminal -

O ex-juiz federal e senador Sérgio Moro, a juíza federal Gabriela Hardt e o ex-procurador Deltan Dallagnol se uniram para desviar dinheiro da União, segundo apontou investigação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), revelada nesta quarta-feira, 16. 

Segundo o órgão, as condutas na Operação Lava-Jato dos três geraram um desvio de R$ 2,5 bilhões do Estado brasileiro, com o objetivo de criar “uma fundação voltada ao atendimento a interesses privados”.

De acordo com a coluna Radar, da Veja, um documento de 77 páginas da investigação sugere que o trio teve ajuda de gerentes da Petrobras e agentes públicos americanos para desviar o dinheiro.

A conclusão da investigação aponta ainda para a necessidade de abertura de uma investigação criminal com o objetivo de apurar os objetivos existentes para o desvio do dinheiro.

“O desvio do dinheiro só não se consumou em razão de decisão do Supremo Tribunal Federal”, diz o CNJ.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS