"Sempre condenou o Hamas", diz Paulo Pimenta em defesa de Lula | A TARDE
Atarde > Política > Brasil

"Sempre condenou o Hamas", diz Paulo Pimenta em defesa de Lula

Ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social se posicionou após fala polêmica do presidente

Publicado segunda-feira, 19 de fevereiro de 2024 às 07:41 h | Autor: Da Redação
Paulo Pimenta é o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República
Paulo Pimenta é o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República -

A declaração que compara os ataques de Israel na Faixa de Gaza com o Holocausto, dada pelo presidente Lula (PT) na Etiópia, neste domingo, 18, gerou repercussão em todo o mundo.

Em defesa do chefe de Estado brasileiro, o ministro-Chefe da Secretaria de Comunicação Social, Paulo Pimenta, afirmou que o posicionamento é de solidariedade à população civil da Palestina.

"O presidente Lula condenou desde o dia 7 de outubro os atos terroristas do Hamas. O fez diversas vezes. E se opõe a uma reação desproporcional e ao sofrimento de mulheres e crianças na Faixa de Gaza", afirmou Pimenta em nota.

Primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu disse que Lula “cruzou uma linha vermelha” em suas declarações recentes sobre a guerra na Faixa de Gaza.

“Comparar Israel ao Holocausto nazista e a Hitler é cruzar uma linha vermelha. Israel luta pela sua defesa e pela garantia do seu futuro até a vitória completa e faz isso ao mesmo tempo que defende o direito internacional”, disse Netanyahu.

Publicações relacionadas