Áudio atribuído a músico de Oh Polêmico revela suposta ameaça | A TARDE
Atarde > Política > Eleições 2024

Áudio atribuído a músico de Oh Polêmico revela suposta ameaça

"A gente não ia tocar mais em lugar nenhum em Salvador" diz o áudio sobre apoio a candidato

Publicado sexta-feira, 28 de outubro de 2022 às 10:38 h | Atualizado em 28/10/2022, 14:04 | Autor: Da Redação
Imagem ilustrativa da imagem Áudio atribuído a músico de Oh Polêmico revela suposta ameaça
-

Um áudio, supostamente atribuído a um músico do cantor OH Polêmico jogou lenha na fogueira da polêmica política envolvendo o artista. 

Após utilizar a música "Samba do Polly" para gravar uma paródia para a campanha de ACM Neto (União Brasil), tendo feito o mesmo com o "Samba do Jero", jingle da campanha do candidato Jerônimo Rodrigues (PT) que viralizou na internet, o cantor começou a ser questionado sobre os possíveis motivos que o teriam feito mudar de lado.

Leia Mais: ACM Neto joga a toalha, copia Jerônimo e contrata Oh Polemico | A TARDE

Na gravação, veiculada em alguns perfis de redes sociais, o suposto integrante da banda do artista afirma que o jingle teria sido feito após coação do empresário, já que a recusa poderia prejudicar a carreira de Oh Polêmico por conta das ligações entre o candidato e algumas empresas de eventos da capital baiana.

“Oh mô filho [sic], o poly reuniu a banda, a empresa lá. Os caras lá disseram que tem que fazer. O homem falou e disse que tinha que declarar esse apoio lá. Oxe, se não a gente não ia tocar em lugar nenhum em Salvador, filho. Carnaval chegando. Tenho filho para criar, né? A banda tem que tocar, velho. Diz que ACM falou. Tinha que fazer o vídeo lá, o bagulho da música lá, se não a gente não ia tocar mais em lugar nenhum em Salvador. E aí, já sabe, né?", diz a voz do áudio que ganhou as redes sociais nesta sexta-feira.

O Portal A TARDE entrou em contato com o empresário da banda, mas, ao saber que era da imprensa, a ligação foi interrompida.  

 

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS