“Joelhos dobrados, jamais”, diz Fachin sobre eleições

Presidente do TSE voltou a defender o processo eleitoral brasileiro

Publicado sexta-feira, 13 de maio de 2022 às 20:16 h | Atualizado em 13/05/2022, 20:15 | Autor: Da Redação
Ministro Edson Fachin palestrou no Congresso Brasileiro de Magistrados que acontece até sábado em Salvador
Ministro Edson Fachin palestrou no Congresso Brasileiro de Magistrados que acontece até sábado em Salvador -

Durante evento realizado em Salvador, nesta sexta-feira, 13, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Edson Fachin, voltou a defender o processo eleitoral brasileiro. Ele disse que não permitirá “a subversão do processo eleitoral”.

Ele falou para magistrados em congresso nacional da categoria que este ano tem a capital baiana como sede. O ministro citou o que chamou de defesa “desarmada” e foi além: “Para remover a Justiça Eleitoral de suas funções, terão que antes remover este presidente da sua presidência. Diálogo, sim; joelhos dobrados, jamais”, enfatizou no discurso.

O ministro não chegou a citar o nome do presidente Jair Bolsonaro (PL), que recentemente fez afirmações contra o processo eleitoral. Ele manteve o que disse sobre o envolvimento das Forças Armadas na fiscalização das eleições. Ainda com o mesmo discurso de quando tomou posse, em fevereiro, o magistrado frisou que respeitar o resultado das urnas, dar soberania ao voto popular, é primordial para a democracia.

“É importante que todos os Poderes digam, sem subterfúgios, que vão respeitar o processo eleitoral de outubro de 2022”, discursou Fachin.

Publicações relacionadas