Com R$ 20 milhões em repasses, Brumado vive caos na Saúde | A TARDE
Atarde > Portal Municípios > Centro Sul Baiano

Com R$ 20 milhões em repasses, Brumado vive caos na Saúde

Recursos vieram do governo federal para Fundo Municipal de Saúde do município

Publicado sexta-feira, 22 de julho de 2022 às 08:00 h | Atualizado em 22/07/2022, 10:57 | Autor: Da Redação
Eduardo Vasconcelos, sem partido, prefeito de Brumado, já voltou as atividades após sofrer infarto do miocárdio
Eduardo Vasconcelos, sem partido, prefeito de Brumado, já voltou as atividades após sofrer infarto do miocárdio -

O que não faltam são reclamações de boa parte da população de Brumado, sudoeste da Bahia, em relação a falta de medicamentos, bem como a falta de médicos no Hospital Municipal Magalhães Neto e em postos de saúde do município.

Uma auditoria realizada pela Aucib, Auditoria Pública Cidadã Brumadense, após consulta ao Ministério da Saúde, apontou que, só de repasse do Governo Federal, Brumado já recebeu aproximadamente R$ 20 milhões de reais, sem contar repasses do governo estadual, além de receitas próprias de arrecadação local, que devem ser destinadas à saúde.

Outro ponto contestado por parte da população e políticos opositores, seria a "insistência" do prefeito, Eduardo Vasconcelos (sem partido), em manter na pasta, há quase 20 anos, o atual Secretário de Saúde, Cláudio Soares Feres.

Na última semana, pelo menos 50 pacientes foram em busca de atendimento, no Hospital Municipal Professor Magalhães Neto (HMPMN), onde reclamaram da falta de médicos no local.

É bom lembrar que na última semana, o prefeito Eduardo Vasconcelos, sofreu um infarto do miocárdio e precisou passar por cateterismo, além da implantação de 'stent', em Vitória da Conquista, também no sudoeste da bahia. Outro ponto questionado pela população local foi o atendimento dispensado à cantora Naiara Azevedo, que precisou ser internada no município.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS