Ibotirama: política e disputa de terras estão entre investigações | A TARDE
Atarde > portal municípios > Vale do São Francisco

Ibotirama: política e disputa de terras estão entre investigações

Policiais vão continuar na região, a fim de aprofundar investigações

Publicado quinta-feira, 08 de setembro de 2022 às 13:28 h | Autor: Da Redação
Ações vão colaborar para esclarecer a participação de cada um dos envolvidos e a motivação do crime
Ações vão colaborar para esclarecer a participação de cada um dos envolvidos e a motivação do crime -

A investigação da morte de Marcello Leite Fernandes, de 39 anos, em julho deste ano, deu mais um passo importante na manhã desta quinta-feira, 8, com a deflagração da Operação Petúnia, que cumpriu dois mandados de prisão e seis de busca e apreensão em Ibotirama, vale do São Francisco, e em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador. As ações vão colaborar para esclarecer a participação de cada um dos envolvidos e a motivação do crime. 

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) trabalha com diversas linhas de investigação, entre elas, a de o crime ter sido motivado por disputa por terras e por desentendimentos a respeito da política local entre a vítima e um dos investigados. “Os materiais coletados e os depoimentos decorrentes das prisões realizadas na operação vão subsidiar outros passos da apuração do caso, para o esclarecimento do motivo e ações da autoria do crime”, informou o diretor adjunto do DHPP, delegado Oscar Vieira. 

A Operação Petúnia prendeu um policial e um vereador do município, em ação que contou com policiais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Coordenação de Operações Especiais (COE), do Departamento de Inteligência da Polícia Civil (DIP) e do Departamento de Polícia do Interior (Depin). Foram apreendidos documentos que devem subsidiar a apuração sobre as circunstâncias que ensejaram o crime.

"Gostaríamos de destacar a participação popular: durante a apuração, pessoas noticiaram, de maneira informal, fatos que nos ajudaram", destacou. 

Vieira afirmou ainda que os policiais que atuam na operação continuarão em Ibotirama, a fim de aprofundar investigações.

"Nós estamos à disposição da população local, com equipes reforçadas fazendo outras diligências na cidade. A população pode se sentir à vontade e segura de que estamos aqui para fazer cumprir a lei. A Polícia Civil da Bahia está de portas abertas para receber as demandas e fazer a investigação", concluiu, ressaltando que o carro utilizado no crime foi localizado em Lauro de Freitas, na manhã desta quinta-feira.

A operação teve também a participação da Superintendência de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública (SI/SSP), do Departamento de Polícia Técnica (DPT), do Ministério Público (MPBA), da Corregedoria da Polícia Militar e do Grupamento Aéreo (Graer) da PM. 

Publicações relacionadas