Sulivã Bispo abre o jogo sobre sair da Bahia: "mala vai, coração fica" | A TARDE
Atarde > A TARDE + > CINEINSITE

Sulivã Bispo abre o jogo sobre sair da Bahia: "mala vai, coração fica"

Ator é anfitrião do longa “Os Farofeiros 2” na capital baiana

Publicado quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 às 08:00 h | Atualizado em 21/02/2024, 13:26 | Autor: Bianca Carneiro e Giovanna Rimola
Imagem ilustrativa da imagem Sulivã Bispo abre o jogo sobre sair da Bahia: "mala vai, coração fica"
-

O ator Sulivã Bispo abriu o jogo sobre a possibilidade de deixar a Bahia para encarar novos desafios fora do estado durante a pré-estreia de “Os Farofeiros 2”, que reuniu parte do elenco em Salvador.

Na sequência do filme, Sulivã, que ganhou notoriedade também após personagens marcantes como Mainha e Koanza, dá vida a Darcy, a dona do resort em que o grupo vai se hospedar e passar por poucas e boas.

Questionado, Sulivã contou que há trabalhos e trabalhos. "Tem trabalhos que deixam a gente mais tempo fora, mas tem trabalho também que permite a gente ir e voltar. Eu ainda estou nesse lugar de ir, passar um tempinho, voltar, mas quando tiver que ir também, eu acho que a mala vai e o coração fica", disse.

LEIA TAMBÉM

Eterno "professor Afrânio", ator lembra personagem: “sempre me param”

Ele seguiu, afirmando estar feliz por viver seu segundo longa-metragem interpretanto, mais uma vez, uma personagem baiana. "Tem muitas Darcy's na minha família, tem muitas Darcy's na Bahia. Então, eu fico muito honrado de ter recebido esse convite e espero que tenha honrado esse papel tão engraçado e tão legal".

Anfitrião do longa na capital baiana, Sulivã, que chega aos cinemas pela segunda vez após “Na Rédea Curta” (2022), reforçou o pedido para que o público comparecesse às salas de cinema. “É riso garantido, então, peço também a responsabilidade nossa em adotar as salas de cinema do país a partir do dia 7 de março para a gente chegar aí a lugares ainda maiores”.

Os Farofeiros 2 conta com a volta do diretor Roberto Santucci, que assina outros sucessos da comédia nacional como “De Pernas para o Ar”, “Até Que a Sorte nos Separe” e “Tudo Bem no Natal Que Vem”, e do roteirista Paulo Cursino. O longa é uma produção da Camisa Listrada, com coprodução Globo Filmes, Globoplay, Telecine e Panorama Filmes e distribuição da Downtown Filmes.

Publicações relacionadas