"São animais", diz mãe de torcedor do Vitória em coma após agressão | A TARDE
Atarde > Bahia > Salvador

"São animais", diz mãe de torcedor do Vitória em coma após agressão

Segundo mãe da vítima, rapaz teria sido atacado por torcedores de Bahia e Palmeiras, no bairro de Pau da Lima

Publicado quarta-feira, 17 de abril de 2024 às 15:58 h | Atualizado em 17/04/2024, 17:11 | Autor: Gabriel Gonçalves
Vanderley foi agredido com golpes de barra de ferro.
Vanderley foi agredido com golpes de barra de ferro. -

"Meu filho é apaixonado pelo Vitória, ama futebol, mas tem gente que está no meio e que não devia. Tem que ser banidos. Não são pessoas, são animais”. O desabafo é da mãe de Vanderley Leal de Jesus, 26 anos, que está em coma induzido na UTI do Hospital Geral do Estado (HGE), desde o último domingo, 14, após ser agredido por integrantes de torcidas organizadas do Bahia e Palmeiras no bairro de Pau da Lima, horas antes da partida entre o alviverde e o rubro-negro.

Os dois times se enfrentaram no Barradão, na estreia do Campeonato Brasileiro 2024, mas Vanderley não conseguiu chegar a tempo para assistir a partida. 

Em entrevista ao Portal A TARDE, a mãe da vítima, Cristiani Leal, disse que Vanderley estava indo ao jogo com mais dois amigos, quando três homens que passavam em um carro desceram do veículo e correram atrás deles. Os dois amigos de Vanderley conseguiram fugir, mas ele foi alcançado pelos criminosos. “Foi um da Bamor e dois da Mancha Verde. Pelas informações que eu recebi, foram dois carros envolvidos na situação”, diz Cristiani.

Vale lembrar que a organizada Bamor (Bahia), é aliada da Mancha Alviverde (organizada do Palmeiras), e rival de Os Imbatíveis (Vitória). No entanto, a mãe de Vanderley afirma que o filho estava vestido com uma camisa do Vitória no momento da agressão. 

A mãe de Vanderley declarou ainda que o filho passou por uma neurocirurgia e está em coma induzido, porque duas artérias foram comprometidas e, além disso, ele está com edema na cabeça. 

Cristiani conta que a família está desolada com o ocorrido. “Ele é um menino bom, não mexe com ninguém, é até ingênuo demais. Tem 26 anos, mas não parece, tanto que o irmão fala: ’Deixe de ser besta, você confia demais nas pessoas’. Como ele mora em Periperi, e tão acontecendo aquelas coisas lá, semana passada fiquei o tempo todo falando com ele para não sair de noite... Eu proibindo de sair de noite e ele sofre isso de dia, longe da casa dele”.

Em nota, a Polícia Civil informou que a 10ª Delegacia Territorial (DT/ Pau da Lima) registrou o caso e que, conforme informações do boletim de ocorrência, três suspeitos agrediram a vítima com uma barra de ferro, na Rua Ismar Araújo, bairro de Pau da Lima. “Depoimentos foram coletados, imagens de câmeras de segurança de estabelecimentos próximos ao local foram solicitadas e diligências já estão sendo realizadas para localizar os autores”.

Imagens que circulam nas redes sociais mostram o momento em que Vanderley, desacordado no chão, é socorrido por pessoas que passavam na região. Em outro vídeo, também é possível ver um dos agressores, sem camisa e segurando o que parece ser uma barra de ferro, entrando em um carro e fugindo do local; veja vídeos abaixo.

Cristiani relatou ainda que vai em busca de justiça e está esperançosa. “Esperar confiante, porque o delegado é muito bom, que a investigação vai andar e que as pessoas responsáveis vão pagar".



Através de sua assessoria de imprensa, o Vitória lamentou o ocorrido e destacou que o caso é um assunto de segurança pública. A reportagem procurou o advogado de defesa da Bamor, que ficou enviar nota de posicionamento. 

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS