adblock ativo

"Promover o cuidado é segurança pública de direitos", diz Major Denice

Publicado às | Atualizado em 26/10/2021, 13:54 | Autor: Da Redação
A superintendente de Prevenção à Violência da Bahia explica o projeto Ligadas por Fios, ação de combate ao câncer de mama | Foto: Divulgação
A superintendente de Prevenção à Violência da Bahia explica o projeto Ligadas por Fios, ação de combate ao câncer de mama | Foto: Divulgação -
adblock ativo

Nesta terça-feira, 26, o programa Isso É Bahia, comandado por Beto Fernandes e Fernando Duarte, na rádio A TARDE FM, entrevistou a superintendente de Prevenção à Violência (SPREV/ SSP-BA) Major Denice Santiago que compartilhou informações sobre a campanha de combate ao câncer de mama “Ligadas por Fios”.

A mobilização reúne órgãos da SSP e empresas privadas a fim de recolher doações de mechas de cabelos para confecção de perucas, destinadas a pacientes oncológicos, em parceria com o Instituto Amor em Mechas.

Indagada sobre a construção do projeto, a Major declarou que o objetivo foi dinamizar a ação, que chega na terceira edição em 2021, e reforçar as informações de prevenção ao câncer de mama. "Quando a SSP pensou na participação social junto à comunidade, resolveu promover a solidariedade, para que todos possam doar mechas de cabelo, torsos, lenços e bonés novos. Além disso, promover a prevenção e reconhecimento precoce da doença, que são fundamentais para o tratamento”, disse na entrevista.

A ação acontece em 12 cidades baianas, nas bases comunitárias do estado. Em Salvador, na Praça da Piedade, há uma urna para armazenar as doações. “A ideia é ajudar a devolver a autoestima para essas mulheres num momento tão delicado" explicou a Major.

A titular da SPREV revelou que também é paciente oncológica, tendo obtido o diagnóstico em 2015 e, posteriormente, passado pelo tratamento quimioterapêutico. Sobre o investimento na mobilização do outubro rosa, a major afirma que o tema também responsabilidade da pasta de segurança pública. "Se pudemos usar nossas quatro forças para promover o cuidado, isso é policiamento comunitário, isso é segurança pública de direitos" declarou, Santiago.

Esses e outros detalhes da entrevista, você confere no vídeo a seguir:

adblock ativo

Publicações relacionadas