"Bahia vence, desodorante não", diz homem que aplica aerossol | A TARDE
Atarde > Carnaval

"Bahia vence, desodorante não", diz homem que aplica aerossol

Adelson Viana diz ter criado o serviço no Carnaval do ano passado

Publicado terça-feira, 13 de fevereiro de 2024 às 19:46 h | Autor: Lucas Franco
Adelson Viana diz ter criado o serviço no Carnaval do ano passado
Adelson Viana diz ter criado o serviço no Carnaval do ano passado -

Com o intuito de suprir uma demanda até então não atendida, que é a preservação das axilas dos foliões no Carnaval de Salvador, o baiano Adelson Viana aplica aerossol de desodorante por R$ 2, sendo R$ 1 em cada axila.

"As pessoas precisam, é um CC, meu irmão. É um selinho de gambá no meio do braço que ninguém aguenta", afirmou Adelson ao Portal A TARDE.

Tricolor, o "vendedor de axilas cheirosas" faz questão de trabalhar com a camisa do seu time de coração. "O Bahia tem que vencer e nunca deixar a desejar. Mas o foco hoje são os R$ 2 de cada pessoa", argumenta.

Segundo Adelson, a ideia foi criada no ano passado. Seu investimento é de R$ 17 por desodorante. O retorno obtido, porém, não é revelado. "O que eu vendo dá para comprar meu feijão", afirma.

Quando não presta o serviço de higiene pessoal no Carnaval, Adelson trabalha com lavagem a seco de estofados.

>> Leo Santana é aclamado pelos fãs na saída do Farol da Barra

>> "Valeu demais", diz Bell no trio após desfilar os seis dias de festa

Publicações relacionadas