Vacinas anticovid da Pfizer e AstraZeneca induzem nível igual de proteção

Publicado sábado, 19 de junho de 2021 às 10:14 h | Atualizado em 19/06/2021, 10:22 | Autor: Da Redação

Um estudo feito no Reino Unido e e publicado no último dia 9 de junho, na revista científica 'Nature', mostra que as vacinas contra a covid-19 produzidas pelas farmacêuticas Pfizer e AstraZeneca induzem uma proteção muito semelhante. De acordo com os pesquisadores, “não houve evidência de que a eficácia da vacina contra novas infecções diferiu” entre os imunizantes.

Vinte e um dias após ser aplicada a 2ª dose, o imunizante da AstraZeneca reduziu a probabilidade de infecção em 79%. O percentual da vacina da Pfizer é de 80%.

Pesquisadores analisaram 1.945.071 resultados de testes RT-PCR coletados em 383.812 pessoas entre os dias 1º de dezembro a 8 de maio.

“Em análises não ajustadas, a porcentagem de testes de PCR positivos permaneceu estável durante os primeiros 20 dias após a vacinação, mas diminuiu a partir de 21 dias, independentemente de uma ou duas doses terem sido administradas”, lê-se no estudo.

A eficácia da vacina, no entanto, foi maior após aplicação da 2ª dose.

Publicações relacionadas