MC que acusou Anderson Leonardo de estupro lamenta morte do cantor | A TARDE
Atarde > Cultura > Música

MC que acusou Anderson Leonardo de estupro lamenta morte do cantor

MC Maylon chegou a fazer uma tatuagem com rosto do cantor no braço

Publicado sexta-feira, 26 de abril de 2024 às 17:01 h | Atualizado em 26/04/2024, 17:41 | Autor: Da Redação
Em fevereiro de 2022, Maylon denunciou Anderson por estupro
Em fevereiro de 2022, Maylon denunciou Anderson por estupro -

MC Maylon, que acusou Anderson Leonardo de estupro em 2022, lamentou a morte do vocalista da banda Molejo. O artista faleceu nesta sexta-feira, 26, em decorrência de um câncer inguinal, um tipo raro de tumor, lamentou a morte do cantor.

>>> Pagodeiros baianos lamentam morte de Anderson Leonardo: "Gênio"

>>> Sucesso no Molejo, Anderson conviveu com acusações de abuso e estupro

”Estou arrasada. Fiquei conhecida mundialmente e agradeço muito ao Anderson do Molejo. Hoje eu sou conhecida como a ex-mulher dele. Estou muito triste”, disse Marlon ao jornal Extra.

Maylon também relembrou a tatuagem que fez com o rosto de Anderson no braço direito. “Lembro muito dos momentos bons que a gente passou e a tatuagem do rosto dele vai ficar eterna no meu braço”, relembrou. Os dois tiveram um relacionamento em 2022.

Maylon também relembrou a tatuagem que fez com o rosto de Anderson
Maylon também relembrou a tatuagem que fez com o rosto de Anderson |  Foto: Reprodução | Instagram

Acusações judiciais

Em fevereiro de 2022, Maylon denunciou Anderson por estupro na 33ª DP (Realengo), no Rio de Janeiro. A MC chegou a conceder uma entrevista para a Record, relatando que gostaria de perder a virgindade de uma forma “especial”e não de qualquer forma.

“Ele me chamou para dentro do quarto, fechou a porta, tirou meu telefone e tirou a blusa dele. Mandou eu sentar, que iríamos conversar, foi onde ele começou a me agredir. Começamos a medir forças, me deu pânico, daí ele conseguiu penetrar, eu desmaiei de dor. Ficou batendo nas minhas costas, chamando pelo meu nome para eu acordar, ao final falou: ‘que merda que eu fiz'”.

Doença

Em outubro de 2022, Anderson foi diagnosticado com um câncer inguinal. Após um breve período de remissão em janeiro de 2023, ele retornou ao tratamento em maio do mesmo ano. Em fevereiro de 2024, ele foi hospitalizado novamente, submetendo-se a imunoterapia e tratamento para dor, com alta em março após um procedimento bem-sucedido para aliviar a dor.

No entanto, a doença progrediu e Anderson voltou a ser internado em estado grave em seguida. Ele foi transferido para o Hospital Unimed-Rio em condição inconsciente, onde a família foi convocada para uma discussão séria sobre seu estado de saúde. Segundo Andreia Assis, assessora de imprensa do cantor, todos os tratamentos foram realizados, mas não obtiveram o resultado esperado devido à natureza agressiva e rara do câncer. Anderson deixa quatro filhos: Leozinho Bradock, Alissa, Rafael Phelipe e Alice.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS