Show histórico: Salvador teve parabéns especial de Caetano e Bethânia | A TARDE
Atarde > Cultura > Música

Show histórico: Salvador teve parabéns especial de Caetano e Bethânia

Show, que aconteceu em 1999, é considerado um dos maiores da dupla

Publicado sexta-feira, 22 de março de 2024 às 07:00 h | Autor: Bianca Carneiro
Registro do show de 1999 em Salvador
Registro do show de 1999 em Salvador -

Salvador está prestes a “ficar mais velha” no próximo dia 29 de março. Com isso, a primeira capital do Brasil - e um dos berços da cultura brasileira -, mais uma vez, será palco de shows especiais comemorativos.

>>> Turnê de Caetano e Bethânia vai ganhar novas datas

Ao longo dos seus quase 475 anos, Salvador já foi homenageada por diversos artistas, de vários estados e cidades, entre eles, os irmãos santoamarenses Caetano Veloso e Maria Bethânia. O show, que aconteceu em 1999, é considerado um dos maiores da dupla já realizados na capital baiana.

Agora, 25 anos depois, os artistas voltarão a cantar na cidade no dia 30 de novembro pela turnê Caetano & Bethânia. Mas enquanto os fãs “lutam” para conseguir ingressos, que esgotaram rapidamente, há duas décadas atrás o cenário era outro.

Em 1999, não era necessário comprar entradas: o show foi ao ar livre, na Praça Castro Alves. Na ocasião, A TARDE escreveu: “a expectativa é de que o show reúna um grande público para celebrar os 450 anos de Salvador”. A projeção se mostrou mais do que certeira, com milhares de pessoas - estima-se que 80 mil - prestigiando os cantores.

Mas na plateia, uma presença ilustre se destacava: era Dona Canô Veloso, que foi conferir de perto o talento dos filhos. De cima do palco, a matriarca deixou as lágrimas escaparem ao ouvi-los recitando trechos de “O Navio Negreiro”, poema de Castro Alves. Em meio ao repertório extenso, de mais de 40 músicas, Caetano e Bethânia celebraram a Bahia e encerraram com o “Hino ao Senhor do Bonfim”.

Registro de A TARDE do show de 1999
Registro de A TARDE do show de 1999 |  Foto: Cedoc A TARDE

Salvador de amores e histórias

Sem ainda nem tenha começado, a turnê de Caetano e Bethânia já entrou para o seleto rol de grandes momentos dos dois em Salvador. Embora tenham nascido no Recôncavo Baiano, a capital foi palco de outros marcos, não só para a cidade, mas para os irmãos em si.

Em agosto de 1964, Caetano Veloso e Maria Bethânia se juntaram a Gal Costa, Gilberto Gil e Tom Zé para o show que inaugurou o Teatro Vila Velha. O local, chamado por Gil de “pia batismal dos artistas baianos”, recebeu a estreia do show “Nós, por exemplo…”, nome dado por Caetano.

À Muito, do Grupo A TARDE, em 2014, ele disse que o ápice da apresentação foi a interpretação de “Sol Negro”. A música, escrita por ele, foi performada por Gal e Bethânia e embalada por ele no violão.

Em 1976, Caetano, Gil, Bethânia e Gal formaram o grupo Doces Bárbaros e saíram em turnê por sugestão da própria Bethânia. O encontro culminou na gravação de quinze canções inéditas, compostas exclusivamente para o projeto, que posteriormente virou um disco gravado quase que inteiramente ao vivo por outra sugestão de Bethânia e Gal.

Dois anos depois, em 1978, Bethânia e Caetano tiveram a sua última turnê em dupla, ao que A TARDE também registrou. O repertório escolhido estava no álbum “Maria Bethânia e Caetano Veloso – ao vivo”, lançado naquele ano. O evento, que começou como um encontro despretensioso nos palcos do Teatro Santo Antônio (hoje Martim Gonçalves), em Salvador, acabou se estendendo por outras capitais brasileiras, levando sucessos como “Carcará”, “Leãozinho”, “Falando Sério” e “Tudo de Novo”.

O show de Caetano e Bethânia em Salvador está marcado para o dia 30 de novembro na Arena Fonte Nova. Parte dos ingressos, cujos preços variam entre R$ 110 e R$ 470, já esgotaram na capital baiana e em todo o Brasil.

A TARDE registrou show de 1978, última vez em que eles saíram em turnê
A TARDE registrou show de 1978, última vez em que eles saíram em turnê |  Foto: Cedoc A TARDE

Publicações relacionadas