Após boa estreia, Seleção encara o Uruguai para tentar manter o brilho

Canarinho goleou a rival Argentina por 4 a 0 no primeiro jogo do torneio

Publicado terça-feira, 12 de julho de 2022 às 07:00 h | Atualizado em 12/07/2022, 00:16 | Autor: Celso Lopez
Duda só precisou de 15 minutos para participar de um gol do Brasil com uma assistência
Duda só precisou de 15 minutos para participar de um gol do Brasil com uma assistência -

Depois do nervosismo da estreia, o Brasil tem uma tarefa teoricamente mais tranquila na segunda rodada para encaminhar o acesso à segunda fase da Copa América Feminina. Nesta terça-feira, 12, às 18h, o desafio é contra o Uruguai, no estádio Centenário de Armenia. A Celeste não mostrou força para incomodar a Canarinho e já vem de derrota na estreia. Por outro lado, o Brasil goleou a rival Argentina. Com o brilho de diversas jogadoras, as Guerreiras têm muitas armas para tornar o duelo contra o Uruguai tranquilo e controlado.

Teve artilharia de Bia, assistência de Duda, marca batida por Debinha e até passagem de bastão temporário de Marta para Rafaelle na estreia do Brasil. O maior campeão de forma isolada vem para tentar seu oitavo título com um começo promissor, e uma possível falta de experiência não pesou mesmo em um clássico. O próximo obstáculo é o Uruguai, que fez uma apresentação ruim contra a Venezuela e perdeu por 1 a 0.

Das opções que a seleção brasileira tem, Beatriz Zaneratto tem sido destaque até agora. Autora de dois gols contra a Albiceleste, a atacante do Palmeiras demonstrou espírito coletivo após a vitória. “Sempre importante marcar, importante ganhar os jogos. Traz uma confiança maior também para a gente. Ali na frente somos sempre cobradas por gols. Fico feliz por ter marcado gol e ter participado de outros, criado chances para o time e por ter ajudado a equipe. O que importa é o resultado final para a gente”, ressaltou Bia, em entrevista pós-jogo.

Uma grande surpresa positiva foi Duda Sampaio, meio-campista de somente 21 anos que precisou de 15 minutos para ajudar a Canarinho a fechar o placar em 4 a 0. A jogadora do Internacional entrou aos 26 do segundo tempo e  deu uma assistência para Debinha aos 41. Depois da partida, a atleta chegou a ser elogiada pela própria Debinha. 

Com desempenho acima do esperado e semblante tranquilo, Duda garantiu que a calma já é uma característica do seu jogo. “Isso é uma coisa minha. Ser bem tranquila. Levo comigo para dentro de campo até porque é um privilégio estar jogando com essas meninas. Eu assistia pela TV e hoje posso estar aqui dentro. Trago isso comigo. Meu futebol eu sei qual é. Quando eu entro no campo, só quero demonstrar”. A jogadora estava na lista de espera na convocação de Pia Sundhage e foi chamada por conta da lesão da atacante Gabriela Nunes.

Sucessão e nova marca

A atacante Debinha, que já vinha de uma fase goleadora antes mesmo da Copa América, tem ainda mais motivos para comemorar. Após o gol marcado contra a Argentina, a jogadora chegou aos 50 tentos pela seleção brasileira. “Fico muito feliz. Cada gol pela seleção tem um sentimento diferente. Fico muito feliz de ter a confiança da Pia e dos treinadores que estiveram aqui. O que aconteceu contra a Argentina foi um momento muito marcante na minha carreira e espero que possa continuar ajudando a seleção”, afirmou a atleta.

Com a braçadeira de capitã, a zagueira Rafaelle teve o bastão passado para ela, ao menos temporariamente, enquanto Marta não volta aos gramados e já fez um bom trabalho em acalmar as jogadoras mais jovens na primeira rodada. “É uma responsabilidade muito grande. Um lugar que antes era ocupado pela Marta, uma das jogadoras mais experientes. Hoje eu sou uma das mais experientes. Responsabilidade grande, mas fico feliz de estar podendo passar essa experiência para as meninas mais jovens”, lembrou a zagueira.

Na segunda, a seleção treinou de olho no jogo contra o Uruguai com quase todo o elenco. Debinha, Ary Borges e Adriana não foram a campo, mas fizeram atividades de recuperação no hotel. Quem ainda está fora é a atacante Geyse, que está em isolamento depois de testar positivo para Covid e continuará até sexta-feira.

Publicações relacionadas