adblock ativo

Cambistas afirmam não estar tendo lucro com revenda para Brasil e Chile

Publicado quarta-feira, 09 de setembro de 2009 às 19:02 h | Atualizado em 09/09/2009, 20:10 | Autor: A TARDE On Line*
adblock ativo

Um grupo de cambistas que tenta revender ingressos para a partida entre Brasil e Chile na porta do Estádio de Pituaçu afirmou não estar tendo lucro com a revenda das entradas horas antes de a bola começar a rolar na noite desta quarta-feira, 9. Segundo eles, está "difícil" repassar os ingressos mais baratos, para a arquibancada, e "quase impossível" revender os mais caros, para cadeira especial. Em todos os casos, alegam, os preços pedidos não superam os praticados na venda oficial, onde os ingressos puderam ser comprados por valores entre R$50 (meia-entrada para arquibancada) e R$250 (inteira para cadeira especial).

Cambistas justificam a baixa procura por ingressos devido à venda antecipada e a transmissão do jogo pela TV. Um deles, que diz ter investido R$ 2 mil em ingressos, já lamenta o possível prejuízo.

Ambulantes também reclamam por não engordar os bolsos. Retirados pela polícia da proximidade dos portões de entrada, os vendedores se queixam do baixo número de vendas e da ação de controle dos fiscais da prefeitura. O tempo porém, parece querer ajudar os vendedores, com o vento frio e a chuva que cai neste momento nas proximidades do estádio, as latinhas de cerveja cederam espaço para as capas de chuva que começam a ser anunciadas pelos comerciantes.

 A partida entre Brasil e Chile começa às 21h30 e é válida pela 16ª rodada da fase de Classificação para a Copa do Mundo de 2010. Na prática, porém, o jogo serve de comemoração para a seleção, que garantiu presença no próximo mundial depois da vitória por 3 a 1 contra a Argentina no último sábado, 5. Na venda oficial, as entradas esgotaram no último dia 31 de agosto, um dia depois de terem sido postos à venda em diversos locais da capital baiana e na internet.

*com informações de Paulo Simões, do A TARDE Esporte Clube.

adblock ativo

Publicações relacionadas