Após condenação, foto de Daniel Alves é retirada do museu do Bahia | A TARDE
Atarde > Esportes > E.C.Vitória

Após condenação, foto de Daniel Alves é retirada do museu do Bahia

Formado no Tricolor, imagem estava ao lado de figuras históricas do clube

Publicado sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024 às 18:56 h | Autor: Da Redação
Foto de Daniel Alves é retirada do museu do Bahia, na Arena Fonte Nova
Foto de Daniel Alves é retirada do museu do Bahia, na Arena Fonte Nova -

Após ser condenado por agressão sexual, o ex-lateral-direito Daniel Alves teve sua imagem retirada do museu do Bahia, que fica na Arena Fonte Nova. O ex-atleta foi revelado pelo clube em 2001. Em seguida, foi transferido para o Sevilha, da Espanha. 

Inaugurado no ano de 2022, o museu do Bahia guarda registros históricos de figuras importantes da história do clube. A imagem de Daniel ficava próxima de jogadores que marcaram época no Esquadrão de Aço, como Léo Oliveira, Maílson e Leone.

Condenação pela justiça espanhola

A Justiça da Espanha condenou Daniel Alves, a 4 anos e 6 meses de prisão. O ex-jogador de 40 anos, revelado pelo Bahia, foi considerado culpado no caso de estupro envolvendo uma mulher de 24 anos em uma boate de Barcelona. A defesa de Daniel informou que vai recorrer da decisão.

O Ministério Público Espanhol havia pedido nove anos de pena para o brasileiro; a acusação particular pedia 12 anos. A decisão foi divulgada nesta quinta-feira, 22, pelo Superior Tribunal de Justiça da Catalunha, 15 dias após o fim do julgamento do caso, que aconteceu entre os dias 5 e 7 de fevereiro, em Barcelona. 

Homenagem ao ex-jogador sofre vandalismo em Juazeiro

Natural de Juazeiro, no Norte do estado, Daniel foi homenageado com uma estátua em tamanho real, em 2020. Moradores cobram da prefeitura a retirada do monumento que fica localizado em uma praça da cidade.

A obra foi produzida pelo artista plástico Leo Santana, e exibe o jogador em tamanho real, com a camisa da Seleção Brasileira e uma bola nos pés, como se estivesse correndo.

A estátua foi vandalizada por moradores da cidade ao menos duas vezes. Em uma das ocasiões, o irmão do ex-jogador, Ney Alves, defendeu Daniel nas redes sociais.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS