Bilionário chinês dono de gigante dos games morre; suspeita é de envenenamento

Publicado segunda-feira, 28 de dezembro de 2020 às 18:09 h | Atualizado em 28/12/2020, 18:11 | Autor: Da Redação

O empresário do mundo dos games Lin Qi, de 39 anos, morreu na última sexta-feira, 25, na Chiba. De acordo com informações da BBC News, a principal suspeita é de que ele foi envenenado. Ele era presidente executivo da empresa chinesa Yoozoo, desenvolvedora do jogo Game of Thrones: Winter Is Coming.

Segundo a reportagem, que cita um comunicado da polícia de Xangai, um dos colegas de Lin Qi é apontado como principal suspeito do crime. Não há mais detalhes sobre o caso.

Em comunicado na semana passada, a Yoozoo chegou a afirmar que o executivo havia sido direcionado a um hospital depois de sentir um desconforto - à época, a companhia disse que sua condição era estável.

Após a confirmação da morte, a Yoozoo anunciou que a empresa continuará com as operações normais e buscará um sucessor para Lin Qi. A companhia também publicou uma mensagem nas redes sociais lamentando a perda: "Adeus, jovem. Estaremos juntos, continuaremos a ser gentis, continuaremos a acreditar na bondade e continuaremos a lutar contra tudo o que é mau."

Além do jogo de Game of Thrones, a Yoozoo é conhecida por ser coeditora do Brawl Stars, em parceria com a Tencent. A companhia também atua no cinema: em setembro, a desenvolvedora fechou um acordo com a Netflix para transformar a ficção científica “O problema dos três corpos” em uma série.   

Publicações relacionadas