Bolsonaro é denunciado à PGR por descreditar o sistema eleitoral

Denúncia fala em presidente atentar contra o Estado democrático de Direito

Publicado quarta-feira, 20 de julho de 2022 às 23:05 h | Atualizado em 20/07/2022, 23:11 | Autor: Da Redação
Denúncia afirma ainda que o presidente abusou dos deveres do cargo ao convocar a reunião com embaixadores na segunda-feira,18, para falar sobre as teorias conspiratórias
Denúncia afirma ainda que o presidente abusou dos deveres do cargo ao convocar a reunião com embaixadores na segunda-feira,18, para falar sobre as teorias conspiratórias -

O presidente Jair Bolsonaro (PL) foi denunciado nesta quarta-feira, 20, à Procuradoria-Geral da República (PGR) por declarações que descreditam o sistema eleitoral do Brasil, além de incitar práticas de crimes publicamente. A denúncia feita pela Coalizão em Defesa do Sistema Eleitoral diz que Bolsonaro atenta contra o Estado democrático de Direito, de acordo com a colunista Mônica Bergamo.

Em um evento com lideranças estrangeiras, ele presidente repetiu teorias da conspiração e desacreditou outros pontos do sistema eleitoral, promoveu novas ameaças golpistas e atacou ministros do STF (Supremo Tribunal Federal). A Coalizão em Defesa do Sistema Eleitoral diz que os ataques de Bolsonaro revelam a intenção de perturbar o andamento das eleições deste ano.

A denúncia afirma ainda que o presidente abusou dos deveres do cargo ao convocar a reunião com embaixadores na segunda-feira,18, para falar sobre as teorias conspiratórias.

O documento é assinado por entidades como a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), a Confederação Nacional de Igrejas Cristãs, a Coalizão Negra por Direitos, a Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD) e a Central Única dos Trabalhadores (CUT).

Publicações relacionadas