Bolsonaro diz que negocia diesel mais barato da Rússia

Presidente da República diz que negociações estão avançadas, mas não dá maiores detalhes

Publicado segunda-feira, 18 de julho de 2022 às 08:59 h | Atualizado em 18/07/2022, 08:59 | Autor: Da Redação
“Quantos por cento? Não sei. Quanto mais barato, melhor”, disse Jair Bolsonaro (PL)
“Quantos por cento? Não sei. Quanto mais barato, melhor”, disse Jair Bolsonaro (PL) -

Após a Petrobras formalizar alerta de falta de diesel ao Governo Federal e o Ministério de Minas e Energia confirmar que recebeu uma carta que tratava sobre o risco de desabastecimento do combustível no mercado mundial, Jair Bolsonaro (PL) disse que tem negociações avançadas para diesel mais barato da Rússia.

A declaração foi dada neste domingo, 17, em frente ao Palácio da Alvorada. Na última semana, o presidente da República disse que o Brasil poderia começar a receber diesel da Rússia em até sessenta dias.

No entanto, neste domingo, não foram dados maiores detalhes sobre as negociações. “Quantos por cento? Não sei. Quanto mais barato, melhor”, disse Bolsonaro.

A Guerra na Ucrânia, que envolve diretamente a Rússia, tem impactado o preço internacional do petróleo e por consequência, o preço dos combustíveis no Brasil. Os reajustes do diesel feitos em maio causaram impacto nas trocas de comando no Ministério de Minas e Energia e na Petrobras.

Publicações relacionadas