Bolsonaro manda PL retirar ação contra Lollapalooza, diz coluna

Presidente estaria insatisfeito e sequer teria sido consultado sobre movimento do jurídico do partido

Publicado segunda-feira, 28 de março de 2022 às 19:21 h | Atualizado em 28/03/2022, 19:21 | Autor: Da Redação
Bolsonaro telefonou para presidente do PL, Valdemar Costa Neto, de acordo com publicação
Bolsonaro telefonou para presidente do PL, Valdemar Costa Neto, de acordo com publicação -

O presidente Jair Bolsonaro estaria irritado com a ação do PL contra o Lollapalooza e telefonou nesta segunda-feira, 28, ao presidente do partido, Valdemar Costa Neto, para pedir que a sigla retire a peça, segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha.

Ao atender ao pedido do partido, o ministro Raul Araújo, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou multa caso artistas do festival se manifestassem politicamente. A ação foi movida após críticas das artistas Pabllo Vittar e Marina a Bolsonaro. Pabllo também exibiu uma bandeira com a imagem do ex-presidente Lula (PT). O presidente da Corte, Edson Fachin, decidiu levar o caso ao plenário do tribunal.

Um dos membros da equipe presidencial relatou que Bolsonaro sequer teria sido consultado sobre a ação. Valdemar, por sua vez, atribuiu a ideia ao setor jurídico da legenda e prometeu encaminhar o pedido do presidente.

Um ministro próximo de Bolsonaro afirmou que o presidente teria dificuldade em sustentar o discurso em defesa da liberdade total com apoio à proibição de críticas de artistas.

Publicações relacionadas