Crítico de Lula, Monark defende comparação entre Gaza e Holocausto | A TARDE
Atarde > Política > Brasil

Crítico de Lula, Monark defende comparação entre Gaza e Holocausto

Para influenciador, Israel "passou do limite da proporcionalidade"

Publicado terça-feira, 20 de fevereiro de 2024 às 08:50 h | Autor: Da Redação
Monark costuma fazer críticas ao campo de esquerda
Monark costuma fazer críticas ao campo de esquerda -

Conhecido por suas críticas ao campo da esquerda nas redes sociais e em participações em podcasts, o influenciador Monark disse concordar com a comparação entre os ataques de Israel na Faixa de Gaza e o Holocausto, feita pelo presidente Lula (PT) no último domingo, 18.

>>>Falas de Lula são defendidas por coletivo judeu no Brasil

“Lula não está errado nessa última polêmica, mas vocês não estão prontos para ter essa conversa”, escreveu Monark, que se chama Bruno Monteiro Aiub, também no domingo.

A repercussão da postagem fez com que o influenciador se justificasse e apresentasse argumentos. "Eu entendo que é complexo; eu não quero colocar a culpa toda em Israel também, mas não consigo concordar com o que está acontecendo lá", pontuou.

As falas de Lula foram ditas em viagem à Etiópia, onde se encontrou com líderes de países africanos. 

“O que está acontecendo na Faixa de Gaza com o povo palestino não existe em nenhum outro momento histórico. Aliás, existiu quando Hitler resolveu matar os judeus. Então, como é possível que a gente possa colocar um tema tão pequeno, sabe? Você deixar de ter ajuda humanitária? O Brasil condenou o Hamas, mas o Brasil não pode deixar de condenar o que o Exército de Israel está fazendo na Faixa de Gaza”, disse o presidente brasileiro na ocasião.

Após os ataques do Hamas em Israel, em outubro, a Palestina sofreu sucessivos ataques das Forças Armadas de Israel. De lá para cá, segundo o Hamas, 29 mil civis da Faixa de Gaza morreram em decorrência da ofensiva.

Publicações relacionadas