Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > política > BRASIL
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
14/06/2024 às 17:55 - há XX semanas | Autor: Gabriela Araújo

ARRUMAÇÃO

Otto e Wagner descartam rompimento do bloco do PT-PSD e PSB no Senado

Senadores baianos trataram o assunto como "fake news" e "invenção"

Jaques Wagner, por sua vez, afirmou que o tema é uma "barrigada"
Jaques Wagner, por sua vez, afirmou que o tema é uma "barrigada" -

Os membros do bloco parlamentar da Resistência Democrática, composto pelo PT-PSD e PSB, no Senado Federal, que foi criado em 2023, decidiram se desfazer da ligação na Casa.

O senador Otto Alencar, líder do PSD na Casa, explicou que a separação do grupo deve-se à adequação de vagas nas comissões, tendo em vista que a sigla tem a maior bancada no Senado, com 15 congressistas. Em contrapartida, o PT acumula apenas oito legisladores e o PSB, quatro.

“O que houve foi uma adequação sobre as vagas nas comissões através do bloco. Diferente da Câmara, que as comissões são válidas por um ano, no Senado vale dois, já que os senadores têm um mandato de oito anos. Por esse motivo, houve uma readequação do bloco”, disse o pessedista baiano.

Nas Casas Legislativas, os blocos partidários são formados com vistas a distribuição de vagas entre os parlamentares para a composição de membros nas comissões permanentes, assim como para a escolha de cargos na Mesa Diretora e na presidência dos colegiados.

As vagas são distribuídas conforme a proporcionalidade partidária, sendo o PSD, o maior, a legenda comandada por Otto Alencar na Bahia, conseguindo emplacar mais senadores nos colegas, ainda com um pessedista à frente da presidência.

Questionado se a movimentação pode estar relacionada a algum tipo de insatisfação de membros petistas com o partido, Otto negou.

“Não houve nenhum tipo de rompimento. Tenho uma relação de respeito e amizade com Jaques Wagner, que é líder do PT no Senado. [A informação] de que houve rompimento é fake news, está equivocada”, concluiu.

O senador Jaques Wagner também se manifestou sobre a notícia, a qual considerou como uma “invenção” e explicou o que vem sendo debatido dentro do bloco.

“A discussão lá no Senado não tem nenhum rompimento. O que está se discutindo lá é qual é melhor organização das bancadas para ter acesso a mais funções dentro do Senado. Não tem nada a ver com rompimento. Eu estou com Otto e Coronel todos os dias”, enfatizou o líder do PT no Congresso.

Assuntos relacionados

blocos partidários Comissões Permanentes JAQUES WAGNER otto alencar PSB PSD PT Senado Federal

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

blocos partidários Comissões Permanentes JAQUES WAGNER otto alencar PSB PSD PT Senado Federal

Cidadão Repórter

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

blocos partidários Comissões Permanentes JAQUES WAGNER otto alencar PSB PSD PT Senado Federal

Publicações Relacionadas

A tarde play
Jaques Wagner, por sua vez, afirmou que o tema é uma "barrigada"
Play

Pablo Marçal bate boca com jornalista do SBT; assista

Jaques Wagner, por sua vez, afirmou que o tema é uma "barrigada"
Play

Ramagem coloca Bolsonaro na berlinda em escândalo de gravação

Jaques Wagner, por sua vez, afirmou que o tema é uma "barrigada"
Play

Bolsonaro chora durante evento conservador; veja

Jaques Wagner, por sua vez, afirmou que o tema é uma "barrigada"
Play

Bolsonaro e Milei assistem juntos derrota do Brasil na Copa América

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA