Prefeitura de Feira descumpre PL para suspensão de PPP

Permissionários tentam reverter a situação da cobrança de taxas consideradas "abusivas"

Publicado quarta-feira, 20 de julho de 2022 às 12:10 h | Atualizado em 20/07/2022, 12:10 | Autor: Da Redação
Fachada do Shopping Popular, em Feira de Santana
Fachada do Shopping Popular, em Feira de Santana -

O Projeto de Lei aprovado na Câmara Municipal de Feira de Santana, centro-norte da Bahia, que determina ao município a suspender, de forma definitiva, a Parceria Público-Privada com a concessionária responsável pelo Shopping Popular, ainda não foi cumprido pela gestão municipal.

Os permissionários têm se manifestado e buscado apoio diariamente no sentido de tentar reverter a situação da cobrança de taxas consideradas "abusivas".

O vereador Edvaldo Lima (MDB), trouxe á tona o assunto e declarou apoio aos trabalhadores do empreendimento, apresentando outro projeto sobre o assunto na Casa, desta vez que impede o consórcio de cobrar taxas e aluguel até que ocorra a "normalização do comércio". 

O parlamentar promoveu uma audiência pública na Casa Legislativa que tratou sobre a atual situação dos comerciantes do Centro de Abastecimento em Feira de Santana e, no encontro, debateu a possibilidade de mudança da CEASA para o distrito de Humildes.

Publicações relacionadas