Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > portal municípios > METROPOLITANA
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
10/06/2024 às 20:44 - há XX semanas | Autor: Isabela Cardoso

Fábrica da Goldwind entrará em funcionamento até julho, afirma vice-presidente

Unidade, a 1ª da empresa fora da China, está localizada no município de Camaçari

Roberto Veiga, vice-presidente da Goldwind no Brasil
Roberto Veiga, vice-presidente da Goldwind no Brasil -

Roberto Veiga, vice-presidente da Goldwind no Brasil, disse, em entrevista exclusiva ao Portal A TARDE, que a fábrica vai entrar em funcionamento entre este mês e julho. A unidade, a 1ª da empresa fora da China, está localizada no município de Camaçari, na região metropolitana de Salvador.

“Já temos parte do pessoal contratado, que eram antigos funcionários que trabalhavam naquela unidade. Já mandamos o pessoal à China, tiveram um treinamento lá de um a três meses, dependendo da área. Já estamos nos preparando para iniciar a produção na fábrica de Camaçari. Esse ano nós vamos estar produzindo o protótipo da unidade de 7.5 mega que vão produzir aqui na Bahia para o ano que vem entrar em operação normal de venda, mas a fábrica já vai tá funcionando a partir deste ano, meados de junho e julho, vamos marcar a inauguração”, contoa Veiga.

A Goldwind Energia Renovávei é uma fábrica de aerogeradores para produção de energia eólica. A empresa é a maior fabricante mundial de turbinas eólicas e pretende produzir equipamentos de 6.2 a 8.3 mw de potência.

Veiga destacou o impacto da fábrica na região de Camaçari para geração de emprego e renda para a população local.

“Tem sua importância no alto grau de tecnologia que traz para a região, a empregabilidade e, principalmente, o desenvolvimento em regiões de baixo IDH. Normalmente, os ventos aqui, principalmente na Bahia, no Nordeste, são predominantes não só na costa que é uma região um pouco mais rica, mas principalmente no interior desses estados onde tem uma região mais pobre, onde o índice de desenvolvimento humano é mais baixo. Com a chegada de parques eólicos isso muda totalmente você cria emprego na região, dá um outro nível econômico para aqueles que estão na região, criando hoteis e isso tudo com um pessoal que faz manutenção, empregos locais. Também dando a oportunidade para aquele pessoal que não tem um trabalho a ser desenvolvido na região que moram, para se assentar e ficar na região prestando serviço para esses parques eólicos”, completa.

O vicep-presidente esteve presente no Workshop Bahia Estado Sede do Refino Verde no Mundo, que aconteceu nesta segunda-feira, 10, em Salvador.

Leia também:

>>> Direitora do BNDES destaca desafios e potencial do Brasil na transição energética

>>> Deyvid Bacelar exalta potencial de transição energética do Brasil

>>> "Objetivo é ter base fundamental na Bahia", diz presidente da Fieb sobre refino verde

Assuntos relacionados

energia eólica energia renovável Goldwind Parque Eólico

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

energia eólica energia renovável Goldwind Parque Eólico

Repórter cidadão

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

energia eólica energia renovável Goldwind Parque Eólico

Publicações Relacionadas

A tarde play
Roberto Veiga, vice-presidente da Goldwind no Brasil
Play

Prefeitura de Mata de São João destrói moradias em Imbassaí. Veja vídeo.

Roberto Veiga, vice-presidente da Goldwind no Brasil
Play

Estacionamento irregular gera risco no Litoral Norte

Roberto Veiga, vice-presidente da Goldwind no Brasil
Play

Governo do Estado entrega a 30ª escola de tempo integral do ano

Roberto Veiga, vice-presidente da Goldwind no Brasil
Play

Vídeo: PM agride verbalmente menina de 12 anos em Camaçari

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA