Flávio Tolezani revela o que diria a pai de Pedro Dom: “Tentei também" | A TARDE
Atarde > A TARDE + > CINEINSITE

Flávio Tolezani revela o que diria a pai de Pedro Dom: “Tentei também"

Ator deu vida ao pai do “Bandido Gato” na série do Prime Video

Publicado sábado, 08 de junho de 2024 às 17:00 h | Atualizado em 08/06/2024, 17:27 | Autor: Bianca Carneiro
Gabriel Leone e Flávio Tolezani são Pedro e Victor Lomba em "Dom"
Gabriel Leone e Flávio Tolezani são Pedro e Victor Lomba em "Dom" -

“Dom”, do Prime Video, encerrou em grande estilo a sua jornada. A série brasileira, livremente inspirada em fatos reais, conta a história de Pedro Machado Lomba Neto, mais conhecido pelas alcunhas de Pedro Dom, “Bandido Gato” ou "Bandido Fashion”, um assaltante de residências de luxo famoso por aterrorizar o Rio de Janeiro.

>>> Final de “Dom” vai seguir o que realmente aconteceu com bandido?

>>> Pedro Dom na Bahia? Elenco e equipe comentam final surpreendente

A produção, criada por Breno Silveira (In Memoriam) e produzida pela Conspiração, é inspirada no livro “Dom” de Tony Bellotto, que mistura ficção com realidade. Para escrever a obra, ele ouviu o pai de Pedro na vida real, Luiz Victor Lomba, que também foi retratado na série em sua juventude, mas com o nome de Victor Dantas.

No terceiro e último capítulo, o verdadeiro Victor ganhou um destaque ainda mais especial. A produção resgatou uma cena dele com Breno Silveira, no qual ele conta a famosa história da moeda que ele deu de presente a Dom, que aparece nos episódios. Este foi um dos poucos contatos do ex-policial com a equipe: anos antes da estreia, ele descobriu um câncer e morreu, sem conseguir ver a história do filho contada em série.

Intérprete de Victor Lomba na vida adulta, Flávio Tolezani foi questionado pelo Cineinsite A TARDE sobre o que diria ao ex-policial caso ele estivesse vivo. Emocionado, ele contou que iria perguntar sobre alguns fatos que leu em “O Beijo da Bruxa”, escrito pelo próprio Lomba.

“Tinha tanta coisa para perguntar para ele. Dom é uma ficção baseada em fatos reais, então, chega num ponto de que essa construção começa a se misturar com a realidade. Estou falando até do ponto de vista dele. Então, talvez eu perguntaria algumas coisas nesse sentido, porque tem os relatos dele, tem os relatos do vídeo, eu tenho o livro que o Vítor escreveu e aí eu lia e anotava, falava: ‘não, não pode ser’. A gente sempre fala, tem fatos, tem passagens que são tão absurdas, tão surreais, que falamos: ‘não pode ter acontecido isso’. Algumas têm testemunhas que falam que aconteceu, outras estão só no relato do Victor. Então, talvez eu fuçasse um pouco nisso. ‘Victor, me conta aquilo lá, essa passagem aqui’”, revelou.

>>> Após temporada final, “Dom” pode ganhar spin-off

Flávio lamentou não ter conhecido Victor. “Eu pediria: ‘dá uma relatada mais detalhada para mim’, para entender, porque tem coisas que a gente fala, um roteirista escreve isso, aí a gente não acredita: ‘que cabeça maluca dele’, mas não, aquilo aconteceu na realidade. Então, acho que minha curiosidade é muito honesta, assim, de olhar no olho, olharia muito. A gente tem os vídeos do Victor, os relatos documentados. O olhar dele diz muito, mas minha vontade era estar presente e poder trocar essa ideia”, diz.

Cineinsite A TARDE conversou com elenco e direção
Cineinsite A TARDE conversou com elenco e direção |  Foto: Reprodução

Reflexivo, o ator disse ainda que o seu Victor na produção, assim como na vida real, também tentou evitar o destino final do filho. [SPOILER] Vale lembrar que a série segue o que aconteceu com Pedro Dom na realidade: o bandido acaba morto em uma emboscada no Rio de Janeiro.

“Eu diria: ‘tentei também’, mas o fim foi o mesmo’”, finalizou.

A temporada final de Dom tem cinco capítulos, escritos por Fábio Mendes com os roteiristas Higia Ikeda, Priscila Gontijo e Marcelo Vindicatto. Os episódios, já disponíveis no Prime Video, contam também com Gabriel Leone, Raquel Villar, Isabella Santoni, Laila Garin e Dalton Vigh, entre outros. Vellas e Adrian Teijido assinam a direção.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS