'Parem de dizer que foi minha culpa', desabafa Cristian Bell | A TARDE
Atarde > A TARDE + > Entretenimento

'Parem de dizer que foi minha culpa', desabafa Cristian Bell

Vídeo foi postado nas redes sociais e preocupou os seguidores

Publicado segunda-feira, 30 de outubro de 2023 às 09:28 h | Atualizado em 30/10/2023, 10:31 | Autor: Da Redação
Influenciador tem recebido críticas nas redes sociais
Influenciador tem recebido críticas nas redes sociais -

Após a morte de Rodrigo Amendoim, o amigo e influenciador digital Cristian Bell, deixou os seguidores preocupados ao postar um vídeo na rede social visivelmente abaldo. Aos prantos, o produtor de conteúdo para redes sociais compartilhou na noite de domingo, 29, uma série de stories pedindo para que deixem de culpá-lo pela morte. "Parem de dizer que a culpa foi minha, vocês querem me adoecer. Eu era o pai de Mendo, eu perdi um filho. Estou despedaçado", disse·

O corpo de Amendoim, foi sepultado neste domingo, 29, no cemitério Bosque da Paz, em Salvador. Durante a despedida, Cristian Bell desabafou ao falar do amigo.

"As pessoas ficam falando: 'Não cuidou dele'. Eu cuido dele desde o primeiro dia que eu conheci, ele já teve problema de traumas por causa dessa família. Cheio de trauma por causa da família. [Ele] Se sentia inferior, se sentia feio, e a gente cuidando tudo disso, marcava terapia e ele não ia, marcava um monte de coisa. E parabéns para quem xingava ele na internet", desabafou Cristian.

Ele e Rodrigo Amendoim fazem parte da Ambos Marcam, agência de criadores de conteúdo para as redes sociais. Rodrigo Amendoim acumulava mais de 1 milhão de seguidores somente no Instagram. Ele compartilhava a sua rotina, detalhes de sua vida amorosa, vídeos de humor e conselhos com base em suas experiências de vida.

Veja o desabafo de Cristian Bell:


Leia Mais:

>> Amendoim é sepultado e Cristian Bell desabafa: "Se sentia inferior" 

>> Influenciadores baianos lamentam morte de Rodrigo Amendoim, o "Mendo" 

>> Arma utilizada para tirar a vida teria sido esquecida por PM 

Em caso de depressão ou suspeita, procure ajuda

Se você está ou conhece alguém que está enfrentando problemas depressivos ou tendo pensamentos suicidas, ofereça ajuda e acolha. Não fique calado. Peça ajuda. Você não está sozinho (a).

Ligue para o CVV – Centro de Valorização da Vida, no número 188 ou entre no site https://www.cvv.org.br/. O CVV realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, e-mail e chat.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS