“Perdi noites assistindo Davi”; veja o que dizem fãs do baiano | A TARDE
Atarde > A TARDE + > Entretenimento

“Perdi noites assistindo Davi”; veja o que dizem fãs do baiano

Davi Brito, vencedor do BBB 24, desembarca neste sábado, 20, no Aeroporto de Salvador

Publicado sábado, 20 de abril de 2024 às 18:34 h | Atualizado em 20/04/2024, 18:56 | Autor: Carla Melo | Portal A TARDE e Dara Medeiros | Portal MASSA!
Fã clube de Davi, no Aeroporto Internacional de Salvador
Fã clube de Davi, no Aeroporto Internacional de Salvador -

Ansioso pela chegada do vencedor do BBB 24, Davi Brito, fãs se reúnem no Aeroporto Internacional de Salvador e contam as ‘loucuras’ que fizeram pelo baiano durante o reality.

Moradora do Bosque das Bromélias, Patrícia Araújo Santos conta que já perdeu noites assistindo Davi durante a sua participação no BBB. “[gostei do Davi] por causa da sua humildade, do carisma, por ser um menino negro, da favela e principalmente por ser de Salvador. Eu amo esse cara. Já chorei, perdi noites para estar votando no Davi e assistindo ele até às 3h da manhã”, declara a soteropolitana.

Leia também: Davi embarca sozinho para Salvador, mas descarta fim de namoro

Também de Cajazeiras, Isabela Costa identificou em Davi, a mesma história que a sua filha. “O que me fez gostar e torcer tanto por Davi, é que ele tem 21 anos, a mesma idade que a minha filha. Ela também tem um sonho de ser médica, mas eu vou me realizar em ver Davi chegar lá. É como seu fosse para mim também um filho

Ela também conta que as pautas que o baiano trouxe para o reality fizeram com que ela torcesse ainda mais para Davi. “A referência dele como baiano raiz, ele não fugiu dos embates e mostrou que a Bahia tem realmente representatividade”, continua.

Marisa Mel é organizadora da Torcida Trator, fã clube de Davi, e não poderia faltar na recepção do baiano, já que foi funcionária da escola do ex-motorista de aplicativo. Ela relembra os momentos em que “puxou” a orelha do baiano.

“Eu fui tia da escola dele. Davi era daqueles meninos que passava pelo corredor, e eu colocava para dentro da sala. Quando o vi todo animado no BBB, eu disse: vou torcer por ele. A torcida começou quando ele começou a sofrer assédio. Eu liguei para a irmã dele e perguntei: tem torcida para receber ele, caso ele saia? Ela disse não, e eu falei: vou fazer! Hoje temos mais de 400 baianos na torcida por ele", disse ela.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS