Bruno Reis apoia uso da força nacional para combate a facções na Bahia | A TARDE
Atarde > Bahia > Salvador

Bruno Reis apoia uso da força nacional para combate a facções na Bahia

Prefeito de Salvador disse que pedir apoio ao governo federal é algo natural

Publicado segunda-feira, 18 de setembro de 2023 às 12:29 h | Autor: Daniel Genonadio e Eduardo Dias-
COT,  equipe tática da Polícia Federal
COT, equipe tática da Polícia Federal -

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (União), declarou nesta segunda-feira, 18, que pediria apoio do Governo Federal para intervir na guerra de facções acirrada na Bahia, principalmente na capital, nos últimos meses. Nesta semana, a Polícia Federal, em conjunto com a Polícia Militar, fez varreduras em bairros periféricos da capital após a morte de um policial federal em Valéria

"Eu, se fosse governante, pediria apoio ao Exército sob a minha liderança, meu comando, e toda comunidade que eu conseguisse acabar com a guerra de facções, eu deixaria o Exército atuando para garantir a tranquilidade, enquanto avançava em outros. Mas cada governo tem sua estratégia, sua forma de proceder. No meu Calabar, onde aconteceu o que aconteceu, o Exército já deveria estar atuando. Não veja nada demais nisso. Buscar apoio, pedir reforço um ato de fraqueza ou de falta de atitude ou postura. O apoio da Polícia Federal, do Exército, sob a liderança dele (governador), comando e estratégia dele, vejo como uma forma natural, que poderia acontecer", declarou Bruno Reis à imprensa. 

Bruno Reis ainda comentou um vídeo que circula nas redes sociais em que criminosos atiraram contra um helicóptero da Polícia Federal que realizava varredura no bairro de Cajazeiras XI. 

"Se um helicóptero da Polícia Federal está sendo recepcionado dessa forma, imagina a dificuldade que estar para garantir os serviços públicos na comunidade. Mas com resiliência, perserverança e muita coragem vamos seguir forte e na expectativa que o estado vença essa guerra contra o crime".

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS