Rodoviários suspendem nova manifestação prevista para esta sexta, 27 | A TARDE
Atarde > Bahia > Salvador

Rodoviários suspendem nova manifestação prevista para esta sexta, 27

Secretário de Mobilidade, Fabrizzio Muller, chamou o sindicato para uma conversa a fim de resolver o impasse

Publicado quinta-feira, 26 de outubro de 2023 às 18:00 h | Atualizado em 26/10/2023, 18:27 | Autor: Da Redação
Ônibus saíram mais tarde das garagens nesta quinta-feira,27
Ônibus saíram mais tarde das garagens nesta quinta-feira,27 -

O Sindicato dos Rodoviários decidiu suspender a nova assembleia que ocorreria nesta sexta-feira, 27, nas garagens e, com isso, atrasaria novamente a saída dos ônibus, como aconteceu na manha nesta quinta-feira, 26. Segundo a categoria, a decisão foi tomada pela direção diante da abertura do diálogo e de um contato feito pelo secretário de Mobilidade, Fabrizzio Muller.

Uma reunião entre os rodoviários e o secretário acontecerá nesta sexta, às 07h30, na sede da Semob. A informação também foi confirmada pela pasta. 

"A Secretaria de Mobilidade (Semob) informa que uma reunião será realizada nesta sexta (27), pela manhã, entre o secretário de mobilidade, Fabrizzio Muller, e representantes do sindicato dos rodoviários. O objetivo do encontro é ouvir as demandas da categoria e buscar caminhos para evitar novas paralisações".

O presidente em exercício do Sindicato dos Rodoviários, Fábio Primo, falou sobre a suspensão das novas manifestações. Confira:

 

  

Ônibus saíram mais tarde das garagens nesta manhã 

Diversos pontos de ônibus do transporte público de Salvador amanheceram lotados nesta quinta-feira (26), após rodoviários decidirem fazer assembleia em duas garagens da capital baiana por conta do descumprimento da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) firmada com as empresas que administram o transporte público de Salvador.  A saída dos coletivos foi atrasada e a circulação foi totalmente normalizada a partir das 8h.

Por causa das reuniões, os coletivos saíram com atraso de garagens que ficam em Pirajá e Campinas de Pirajá. As garagens fechadas impactaram na circulação dos coletivos das regiões de Pirajá, Marechal Rondon, Pernambués, Cabula, Arenoso, Sussuarana, Engomadeira, além de linhas que atendem o subúrbio e a estação Mussurunga.

Mais cedo, Fabrizzio Muller criticou a paralisação de rodoviários, chamando de irresponsável

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS