De Cajazeiras para o BBB2 24: Amigos contam história do baiano Davi | A TARDE
Atarde > BBB

De Cajazeiras para o BBB2 24: Amigos contam história do baiano Davi

Apelidado de “sangue”, o soteropolitano já caiu na graça do povo de Salvador e do Brasil

Publicado quinta-feira, 11 de janeiro de 2024 às 12:21 h | Autor: Pedro Moraes | Poral Massa!
Portal MASSA! conversou com amigos de Davi
Portal MASSA! conversou com amigos de Davi -

“Cajazeiras é um mundo”. Se você é baiano, sobretudo soteropolitano, já deve ter escutado essa frase, a qual passou a fazer mais sentido por causa de Davi Brito. Periférico e humilde, o jovem, de 21 anos de idade, conseguiu uma vaga no Big Brother Brasil 24 por meio do ‘Puxadinho’ e tem conquistado o carinho do público.

>>> Baiano Davi é escolhido para entrar no BBB

Acostumado à rotina corrida e difícil, seja no caótico trânsito de Salvador ou na hora de fazer as contas do mês e o dinheiro fecharem, ele sempre buscou se reinventar. Já vendeu picolé no ônibus na infância e já trabalhou vendendo água no carnaval da capital baiana.

Ele fez tudo isso com um objetivo em mente: mudar a realidade financeira dele e da família. Além da mãe, Dona Elisângela, conhecida como ‘Tia do Pula-Pula’, as duas irmãs, Raquel e Duda, também são a base de Davi.

>>> Yasmin Brunet cai no choro após atitude de Davi: "coração grande"

Apelidado de “sangue”, por sempre defender quem ama, Davi caiu na graça do Brasil pelo jeito ‘posturado e calmo’, mas, principalmente, humilde. O Portal MASSA! conversou com integrantes do fã clube do brother. Em entrevista, a líder do grupo, Elisangela Carlos, caracterizou o baiano.

“Ele é aquele menino família, o apelido dele é sangue, porque ele dá o sangue pela família.O sonho de ajudar é desde pequeno, sempre foi um menino esforçado. No Carnaval do ano passado, ele vendeu água na Avenida Sete, ele não tinha licença para vender, mas ficava na correria, mas eu consegui uma das que eu tinha e passei para ele, porque não fui trabalhar no momento”, contou.

>>> Aos prantos, mãe lembra história do baiano Davi: "vendeu água, picolé"

Com simplicidade, as atitudes de Davi viralizaram nas redes sociais. Uma delas foi o convite a todos os membros do reality show para o almoço em conjunto. Ainda assim, fora da casa mais vigiada do Brasil, o filho de dona Elisângela tem sofrido ataques. Três perfis criados para ele foram desativados ou hackeados.

“O mutirão e o trabalho continuam, só que a gente está sofrendo com as contas do Instagram dele, que já caíram e foram hackeadas. Na primeira, por exemplo, ele tinha 400 seguidores e, até antes de cair, chegou a 145 mil seguidores”, acrescentou.

>>> Conta de Davi do BBB 24 volta após queda no Instagram

Trajetória

Moradores de uma casa de difícil acesso na Fazenda Grande, em Salvador, Davi e os familiares enfrentam momentos de apreensão. Um deles foi quando um barranco por pouco não desmoronou perto de onde eles moravam. Considerada uma família carente, as irmãs e a mãe do motorista por aplicativo agora dependem, mais do que nunca, do rendimento do filho, que já teve quase 61% dos votos na disputa no ‘Puxadinho’.

Para isso, ele conta com o apoio em peso de Cajazeiras. “Salvador, Cajazeiras abraçou Davi em todos os sentidos. Cajazeiras é um mundo, é um bairro que as pessoas não têm noção do peso que tem. Acredito que nem o IBGE teve noção ainda. Acredito que se a gente quiser colocar Davi como campeão, só o bairro de Cajazeiras consegue, temos uma força muito grande”, destacou Elisangela.

Humildade

Em prol de melhores condições, Davi já serviu ao Exército. Com a meta de cursar Medicina, a intenção é realizar os sonhos da mãe. Tal simplicidade conquista todos ao seu redor. O mutirão que o levou até o BBB foi formado no mesmo dia, tempo suficiente para fazer ele prosperar. Componente do fã clube, Eliene Carla explicou como ocorreu a formação do grupo #teamDavi.

“A mãe dele, por ser amiga da minha irmã, mandou o vídeo para a gente. A partir desse vídeo, a gente foi para os sites e pediu ajuda para divulgar, para conseguirmos votos. Às 15h da última segunda-feira, 8, eu saí daqui de porta em porta, de loja em loja, pedindo voto. Por ele ser entregador por aplicativo, era conhecido, tinha muita gente votando nele. Saímos andando pedindo, levantamos quase 1 milhão de votos. Foi impressionante, a gente chorou, eu sou muito chorona. Por sabermos a vida dele difícil, já convivemos com eles, a mãe dele numa situação bem precisada, foi o mais admirável”, explicou.

Questionada sobre o jeito de ser nas telinhas da TV Globo, Lily Martinely pediu confiança do público sobre o brother, ao detalhar que ele é exatamente aquilo que está explícito.

“Davi é aquilo ali que está parecendo, não é nem menos, nem mais, ele é de momento, fala sem pensar, e vai viver tudo que tem que viver lá dentro para dar o melhor. Ele é carismático, muito humilde, vive de tudo pela família dele, corre atrás dos sonhos. Dependeu muito dele para estar lá dentro, isso vai fazer ele ganhar. Peço a vocês que não desamparem o Davi, foque nele muito, não vamos deixar que um paredão, nem o segundo, terceiro tire ele. Vamos nos juntar para manter ele lá dentro até a final”, pontuou.

Imunidade

Como entraram no reality escolhidos pelo público, tanto Davi quanto Isabelle estavam imunes do paredão de terça-feira, 9. No geral, 26 participantes, o maior número de integrantes da história do BBB, disputam o prêmio de R$ 3 milhões.

>>> Confira quem são os primeiros emparedados do BBB 24

Publicações relacionadas