adblock ativo

Baiana aprovada em nove universidades viaja para os EUA

Publicado sábado, 11 de abril de 2015 às 11:46 h | Atualizado em 21/01/2021, 00:00 | Autor: Paula Pitta
Georgia Gabriela
Georgia Gabriela -
adblock ativo

A estudante de Feira de Santana Georgia Gabriela Sampaio, de 19 anos, que foi aprovada em nove universidades dos Estados Unidos, conseguiu neste sábado, 11, patrocínio para pagar a viagem para conhecer as instituições norte-americanas.

A jovem não tinha como custear a passagem aérea, mas minutos antes de falar com a reportagem do Portal A TARDE recebeu a ligação de um representante do banco Sicoob, que funciona em sistema de cooperativa, confirmando que o bilhete aéreo está garantido.

A viagem é crucial para a garota conhecer melhor as universidades e definir em qual vai estudar. Afinal, ela recebeu convite para ingressar na Yale University, Stanford University, Minerva, Columbia University, Duke University, Northeastern University, Middlebury College, Dartmouth College e Barnard College.

"Quando um estudante passa no vestibular no Brasil, vai conhecer a instituição. É a mesma coisa. É o futuro dela, (e a viagem é) para ela fazer a escolha certa. Não escolher sem conhecer", explica a mãe da jovem, Sidney da Silva Sampaio.

Para fazer a escolha certa, Georgia Gabriela embarca para os Estados Unidos na próxima terça, 14, onde ficará até 29 de abril. Com tempo curto - 15 dias - e orçamento apertado, a baiana não terá como visitar todas as instituições que foi aprovada, portanto ela já fez uma pré-seleção.

"Vou em quatro. Fiz uma peneirada tendo noção das bolsas e localidades (das universidades)", conta a garota, que escolheu a Yale University, Stanford University, Columbia University e Duke University.

Após essa maratona pelos Estados Unidos, Georgia Gabriela tem apenas dois dias para chegar a uma definição, já que no dia 1º de maio ela deve confirmar onde vai estudar.

Depois disso, é só se preparar para embarcar de vez para os EUA entre o final de agosto e início de setembro, quando começam as aulas. Nos primeiros dois anos, a jovem pode cursar disciplinas aleatórias, que vão ajudá-la a definir que curso vai fazer nos últimos dois anos.

Contudo, madura e decidida, Georgia Gabriela já tem bem claro o que quer do seu futuro.

Ela pretende cursar engenharia biomédica e ciência da computação, já que as universidades norte-americanas permitem acompanhar mais de um curso. A jovem explica que quer investir em engenharia e biologia, por conta da sua pesquisa em endometriose, que abriu as portas das instituições norte-americanas para a baiana.

adblock ativo

Publicações relacionadas