Moraes ordena prisão preventiva de homem que ameaçou ministros do STF

Ivan Rejane Fonte também publicou nas redes sociais ameaças ao ex-presidente Lula e a outros políticos de esquerda

Publicado segunda-feira, 01 de agosto de 2022 às 16:47 h | Atualizado em 01/08/2022, 17:06 | Autor: Da Redação
Conhecido como Ivan Papo Reto, Ivan Rejane Fonte, foi candidato pelo PSL a vereador de Belo Horizonte nas eleições municipais de 2020
Conhecido como Ivan Papo Reto, Ivan Rejane Fonte, foi candidato pelo PSL a vereador de Belo Horizonte nas eleições municipais de 2020 -

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), ordenou nesta segunda-feira, 1º, a prisão preventiva de Ivan Rejane Fonte. O homem foi detido, em 22 de julho, em Belo Horizonte após ameaçar, em vídeo, ministros da Suprema Corte e o candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O ministro atendeu a um pedido da Polícia Federal, que no sábado, 30, havia alegado que ainda está analisando os bens apreendidos do homem, como celular e computador. Segundo a corporação, o material apreendido contém elementos informativos que demonstram a prática de crimes.

Até então, a prisão de era classificada como temporária. Na terça passada, 25, a prisão foi prorrogada por mais cinco dias, a pedido da PF e da Procuradoria-Geral da República (PGR). A prisão preventiva, ordenada nesta segunda, não tem prazo definido de duração.

De acordo com Moraes, na decisão desta segunda, a manutenção da prisão é “a única medida capaz de garantir a ordem pública e a conveniência da instrução criminal, especialmente com o prosseguimento da perícia técnica, capaz de apontar com maior precisão a extensão e níveis de atividade da associação criminosa que se investiga”.

Segundo a PF, a conduta de Ivan Rejane está "inserida em um contexto mais abrangente de acirramento dos ânimos, do estímulo ao enfrentamento a oponentes políticos e de tentativas de enfraquecimento do Poder Judiciário, o qual inclusive é incumbido da realização do pleito eleitoral que se avizinha".

Ameaças ao STF

Conhecido como Ivan Papo Reto, Ivan Rejane Fonte, foi candidato pelo PSL a vereador de Belo Horizonte nas eleições municipais de 2020.

No dia 22 de julho, antes de ser preso, ele chegou a gravar um vídeo debochando de Moraes. O ministro determinou ainda a busca e apreensão de “armas, munições, computadores, tablets, celulares e outros dispositivos eletrônicos” em poder de Ivan.

“Se eu fosse vocês, Barroso, Fux, Fachin, Moraes, Lewandowski, Mendes, eu ficava nos Estados Unidos, em Portugal, na Europa, na puta que te pariu. Até vocês duas, vadias, Cármen Lúcia e Rosa Weber. Sumam do Brasil”, ameaçou o bolsonarista nas imagens.

Também a pedido de Moares, as redes sociais de Ivan - Twitter, YouTube e Facebook - foram bloqueadas. Um grupo do Telegram que ele administrava também foi fechado.

Publicações relacionadas