Site bolsonarista faz ação sobre bloqueio chegar no ministro Kassio

Kassio tem histórico de determinações favoráveis aos interesses do Planalto

Publicado quinta-feira, 14 de julho de 2022 às 11:52 h | Atualizado em 14/07/2022, 11:52 | Autor: Da Redação
Kássio Nunes Marques foi nomeado por Jair Bolsonaro
Kássio Nunes Marques foi nomeado por Jair Bolsonaro -

Allan dos Santos, principal nome do site Terça Livre, conseguiu fazer a ação que o impede de ser remunerado na internet chegar ao ministro do STF Kassio Nunes Marques, que irá analisá-la.

A ação, fruto de decisão do ministro Alexandre de Moraes, impede Allan dos Santos de ser monetizado nas redes sociais e de acessar suas contas bancárias, além de ter removido suas páginas no YouTube, Instagram, Facebook e Twitter. 

Após recursos contra a decisão de Moraes terem passado por Edson Fachin, Cármen Lúcia, Rosa Weber e Fachin novamente, dessa vez a ação será analisada por ministro nomeado por Bolsonaro que tem histórico de determinações favoráveis aos interesses do Planalto.

Allan dos Santos é foragido da Justiça Brasileira por amplificar discurso sobre fraudes nas urnas eletrônicas, mora nos Estados Unidos e disse “ter perdido tudo”, como lives, artigos e alunos na plataforma Wix, após dois sites vinculados à plataforma serem retirados do ar nesta terça-feira, 12. Além dele, outros influenciadores bolsonaristas dizem estar passando dificuldade, como os donos dos canais Te Atualizei, Vlog do Lisboa, Folha Política, Giro Livre e Jornal Cidade Online.

Publicações relacionadas