Fux decide que recurso sobre depoimento de Bolsonaro será julgado na quinta

Publicado segunda-feira, 05 de outubro de 2020 às 19:52 h | Atualizado em 21/01/2021, 00:00 | Autor: Da Redação

O ministro Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), marcou para esta quinta-feira, 8, o julgamento do recurso sobre o formato do depoimento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no inquérito sobre interferência política na Polícia Federal.

A decisão foi tomada após um pedido do relator do caso, ministro Celso de Mello, que se aposenta na terça-feira da próxima semana, dia 13 de outubro. Mello quer participar do julgamento antes de deixar a Corte.

>> Defesa de Moro pede que plenário do STF mantenha depoimento presencial de Bolsonaro

No recurso, a Advocacia-Geral da União (AGU) pede que o presidente seja autorizado a enviar posicionamento por escrito. Celso de Mello já negou essa possibilidade, em decisão individual. O decano, que é o relator do inquérito, havia decidido que Bolsonaro não poderia prestar depoimento por escrito porque, no caso, ele tem “condição de investigado”.

Publicações relacionadas