Levantamento dois dias antes de motociata mostra aumento da rejeição a Bolsonaro em SP

Publicado terça-feira, 15 de junho de 2021 às 15:23 h | Atualizado em 15/06/2021, 15:25 | Autor: Da Redação

Dois dias antes de o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) realizar um evento com motos em São Paulo, o Instituto Paraná Pesquisas finalizava uma pesquisa no estado paulista sobre a aprovação do governo. O levantamento, divulgado nesta terça-feira, 15, mostra que a desaprovação ao governo Bolsonaro cresceu quase cinco pontos em todo o estado em pouco mais de 30 dias.

Conforme a consulta, no período entre 7 a 10 de junho, a aprovação da gestão caiu de 45,6% para 40,1%, enquanto a de desaprovação subiu de 49,4% para 54,7%. O primeiro levantamento foi feito entre 28 de abril e 1º de maio deste ano.

Na mesma pesquisa, quando questionado sobre como avaliam o governo, a taxa de ruim/péssimo subiu de 42,1% para 47,8%, enquanto a de ótimo/bom oscilou de 33,8% para 30,9% — o índice dos que consideram regular foi de 22,7% para 20,2%.

Na pesquisa mais recente, a desaprovação a Bolsonaro chega a 68,1% entre os jovens de 16 a 24 anos – ela também é alta entre as mulheres (63,1%) e entre os moradores da região metropolitana de São Paulo (62,2%).

Já as maiores aprovações se dão entre os homens (50,3%), entre os moradores do interior e litoral (47,3%) e entre eleitores com ensino médio (43,4%).

Nos dois levantamentos, a margem de erro é de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos. Na pesquisa de junho, foram ouvidos 1.818 eleitores em 84 municípios paulistas.

No último sábado, 12, Bolsonaro realizou um passeio de motocicleta em São Paulo com cerca de 12 mil simpatizantes, segundo a Polícia Militar. O Estado de São Paulo detém o título de maior colégio eleitoral do país, com cerca de 33,5 milhões de eleitores. A capital paulista é a maior entre as capitais brasileiras com quase nove milhões de eleitores aptos a votar. 

Publicações relacionadas