Orientação de Bruno Reis é para não aumentar impostos em 2021, diz secretária

Publicado segunda-feira, 28 de dezembro de 2020 às 21:42 h | Atualizado em 28/12/2020, 21:45 | Autor: Raul Aguilar

A secretária da Fazenda de Salvador, a partir de 1º de janeiro de 2021, Giovanna Victer, afirmou que recebeu ordens expressas do prefeito eleito da cidade, Bruno Reis (DEM), para não promover aumento de impostos em 2021. Ele afirma que um dos desafios à frente da pasta será o de manter a saúde financeira da prefeitura, mantendo uma cultura de responsabilidade fiscal para que o município possa continuar prestando os serviços e fazendo investimentos.

“O prefeito eleito me deu a clara orientação de que não há margem para aumento de alíquota de imposto. Nós precisamos nos preocupar é com a retomada da economia. Para podermos realizar uma cobrança de forma justa e equânime, valorizando o contribuinte; isso que em Salvador é bem feito e realizado de forma transparente. A cidade aplica muito bem os recursos arrecadados, os impostos são efetivamente aplicados para melhoria de serviços públicos e agora com ações de combate à pandemia da Covid-19”, destaca Victer, citando o fato de Salvador ocupar o primeiro lugar em gestão fiscal no levantamento da Firjan como prova de suas afirmações.

O novo gestor da Sempre - que foi turbinada com a inclusão da diretoria de Esporte e Lazer sobre sua coordenação -, o vereador eleito pelo DEM, Kiko Bispo, promete atuar com o foco na pandemia, mas com o olhar voltado para o cenário pós-covid-19. Bispo destaca a prorrogação do Salvador por Todos, programa de transferência de renda da prefeitura de Salvador, sob tutela da Sempre, como uma das iniciativas de mitigação aos efeitos do novo coronavírus entre os soteropolitanos e uma prova de que o foco no social será um dos alicerces da gestão de Bruno Reis.

“Neste momento estamos tratando das questões emergenciais envolvendo a pandemia. Essa decisão do prefeito de prorrogar o Salvador por Todos é importantíssima, são 30 mil pessoas assistidas por esse benefício”, destacou Kiki Bispo.

O titular da Sempre, a partir de janeiro de 2021, tem como meta para o pós-pandemia a retomada dos cursos profissionalizantes, do atendimento e ampliação dos restaurantes populares, das feiras sociais móveis. Ele promete buscar em Brasília recursos para ampliar o investimento no esporte e lazer, principalmente nas comunidades periféricas.

“Vamos buscar em Brasília recursos federais, para fomentar diversos projetos em várias modalidades esportivas. Sabemos da cultura brasileira do incentivo maior ao futebol, com criação de campos e quadras, mas teremos um olhar atento às outras modalidades, a exemplo da capoeira, a ginástica rítmica, do ciclismo. O Parque Olímpico, que foi uma das promessa de campanha de Bruno, será um dos meus primeiros atos na gestão. Vou buscar uma solução técnica, a viabilidade local e o conceito para implementarmos o mais rápido possível este projeto. Conheço Bruno e sei que ele vai me cobrar, por isso na primeira reunião vou levar ideia, esboço do projeto”, brincou Bispo.

Publicações relacionadas