Podemos descarta participar de movimento por impeachment de Bolsonaro

Publicado quarta-feira, 08 de setembro de 2021 às 19:27 h | Atualizado em 08/09/2021, 19:37 | Autor: Da Redação

Após nova reunião entre as bancadas da Câmara e do Senado nesta quarta-feira, 8, o Podemos decidiu não participar do movimento de demais partidos que se unem pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro. Apesar das ameaças ao Supremo Tribunal Federal (STF) e à ordem democrática, o partido declara que a abertura do processo "agravaria o sofrimento" dos "mais vulneráveis", já impactados pela crise econômica e sanitária.

Segundo a sigla, a “abertura de uma nova crise política, em meio à pandemia do coronavírus, desemprego e crise econômica, só agravaria o sofrimento das camadas mais vulneráveis, que já vivem em situação de extrema dificuldade”.

No texto, o partido que se posiciona de forma independente ao governo, com votos favoráveis ou contra a agenda, alega que continua fiel aos seus ideais, como " o combate à corrupção e o fim do foro privilegiado, e vigilante pela preservação das instituições democráticas, rejeitando toda e qualquer bravata autoritária em todos os Poderes”.

Por fim, reiterou que o desejo da legenda, que deve lançar o senador Álvaro Dias como candidato à presidência em 2022, é que o futuro do país seja "resolvido por meio das urnas".

Publicações relacionadas