Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > PORTAL MUNICÍPIOS
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
21/12/2023 às 7:07 • Atualizada em 21/12/2023 às 8:03 - há XX semanas | Autor: Miriam Hermes

PORTAL MUNICÍPIOS

Prefeitos fazem balanço do ano e planos para 2024

Lideranças falam sobre as conquistas de 2023 e metas para o próximo ano

0rla Maritima de São Francisco do Conde passou por requalificação
0rla Maritima de São Francisco do Conde passou por requalificação -

As lideranças que superaram as dificuldades dos municípios nos últimos anos e avançaram na execução de obras e fornecimento de serviços à população se destacam ao terminar o terceiro ano deste mandato com balanço positivo e muitos planos para 2024. A crise exige um esforço extra dos gestores e se sobressaem aqueles que possuem grande capacidade de mobilização e motivação, bem como sabem ouvir a população. O desafio das administrações municipais nestes tempos de orçamentos reduzidos demanda ainda diplomacia e sagacidade para negociar parcerias, potencializar as vocações econômicas de cada lugar e impactar de forma positiva a vida dos munícipes. Confira nesta e nas páginas a seguir a visão de 12 prefeitos e um vice-prefeito baianos sobre o ano de 2023 e a chegada de 2024.

Camaçari

Camaçari se consolida no cenário de investimentos destinados às obras estruturantes, em conjunto com a mobilidade urbana, requalificação de edificações, incremento de saúde e educação, melhorias de espaços de lazer e esporte, dentre outras ações de atendimento às necessidades da população.

“O nosso foco é o presente, mas trabalhamos e investimos sem abrir mão de planejar o futuro”, afirmou o prefeito Elinaldo Araújo, salientando que toda equipe está preparada “para entregar em 2024 a melhor administração possível, considerando a realidade econômica e administrativa”.

Ele destacou investimentos de mais de R$ 100 milhões em diversas obras e citou como exemplo a requalificação dos acessos às localidades de Guarajuba, Itacimirim e Barra do Jacuípe, a urbanização da Lagoa das Virgens, em Itacimirim, e as intervenções nos mercados de Monte Gordo e Barra do Pojuca. Araújo ressaltou a perspectiva de mais de R$ 130 milhões serem investidos pela iniciativa privada como reflexo de viagem à Portugal com este objetivo.

Luís Eduardo Magalhães

A atração de novos empreendimentos também é uma das apostas de Luís Eduardo Magalhães, município que reflete a pujança da agropecuária e se sobressai com variados serviços e um comércio forte, voltado para atender também a agroindústria e a população em constante crescimento.

Sede da feira agropecuária Bahia Farm Show, considerada a maior do gênero do Norte e Nordeste, o município organiza uma série de outros eventos durante o ano, incrementado o turismo de negócios, de festas e a economia solidária e popular.

De acordo com o prefeito Junior Marabá, também a qualificação dos trabalhadores e aposta em setores como saúde, educação impactam no desenvolvimento social. Otimista para 2024, ele ressaltou que a finalização das obras do Novo Jardim das Acácias dará “continuidade ao maior projeto de urbanização do oeste baiano, com a conquista de 79% de saneamento básico no município”.

Alagoinhas

Em Alagoinhas, o destaque vai para as obras de macrodrenagem e esgotamento sanitário que estão em andamento para impactar na qualidade de vida dos moradores. Em especial, as obras afetam moradores que foram reiteradas vezes atingidos por alagamentos, segundo o prefeito Joaquim Neto, citando que o problema é histórico, com previsão de estar resolvido até o próximo ano.

Ele pontuou uma série de ações para estruturar as escolas e oferecer qualificação dos educadores para um aprendizado integral dos cerca de 14 mil alunos da rede municipal. Na saúde, disse que até o final deste ano o município receberá o primeiro hospital materno-infantil e ressaltou que um hospital regional está em construção pelo Governo do Estado.

Para o início de 2024, a expectativa é lançar “um pacotaço de obras”, continuar na busca por conquistas e consolidar a marca de Capital da Cerveja. Entre as novidades, asseverou Neto, está o projeto já elaborado de melhoria na região histórica. “Vamos duplicar o tamanho do centro”, pontuou, explicando que uma parte da área ferroviária será pavimentada para proporcionar uma nova dinâmica no entorno.

São Francisco do Conde

Em São Francisco do Conde, um dos focos do ano foi a qualificação profissional “investindo no futuro da população”, de acordo com o prefeito Antônio Calmon. Neste âmbito, através do Acelera São Francisco, mais de 700 pessoas foram impactadas em diferentes áreas de atuação do trabalhador contemporâneo.

A iniciativa “fortalece a capacidade da comunidade local e contribui para o desenvolvimento econômico sustentável, alinhado com a visão de um município mais próspero e inclusivo”, asseverou o gestor, citando também conquistas na área da saúde, educação, infraestrutura, mobilidade urbana e ordem pública.

Também se destacam entre as ações, a requalificação da orla marítima e do bairro Paramirim, bem como o Programa Pão na Mesa, um inovador projeto de divisão de renda, com reflexo direto na qualidade de vida da população em situação de vulnerabilidade, incluindo o direito à 13ª parcela.

Lauro de Freitas

O cuidado com as famílias que necessitam de amparo é apontado pela prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, como fundamental, salientando que mesmo com todas as dificuldades conseguiram "manter a grande política de segurança alimentar, implantada em 2008 no município”.

Ela apontou como essenciais, entre diversas outras ações em andamento, a implantação da macrodrenagem dos rios Ipitanga e Joanes e do esgotamento sanitário, ambos com parceria do governo estadual. Também pontuou a inauguração de escolas de tempo integral como fato positivo de 2023, assim como a qualificação e geração de empregos.

Gramacho citou com orgulho o suprimento das 59 escolas municipais com energia solar própria já em operação e, para 2024, a meta de chegar a 38 ônibus elétricos para a mobilidade urbana, aumentando a contribuição do município na sustentabilidade ambiental do planeta, área em que já tem destaque.

Santo Estêvão

Ainda na área de esgotamento sanitário, Santo Estêvão, no Recôncavo da Bahia, almeja ampliar no próximo ano a cobertura da rede coletora, saindo dos atuais 60% para 80%, segundo o prefeito Rogério Costa. Sobre 2023, destacou como maior conquista “a universalização da água potável, com abastecimento em 99,99% dos domicílios, nas zonas urbana e rural do município através da Embasa”.

Com diversos pontos positivos, ele citou o aumento do índice de desenvolvimento humano e a possibilidade de fixar os produtores rurais nas suas terras, produzindo alimentos. Na área ambiental, apontou com orgulho o programa de sustentabilidade que incentiva o recolhimento do lixo reciclável, somando 300 toneladas este ano.

Dentre outras ações em áreas prioritárias, como saúde, educação, segurança e infraestrutura, o gestor asseverou que o início das obras do Complexo Turístico Balneário Porto Castro Alves, terá impacto na vida social e econômica e será “um roteiro turístico não só de Santo Estêvão, mas de toda a Bahia”.

Itaberaba

Ao avaliar 2023 o vice-prefeito de Itaberaba, Davi Anjos, disse que foi um ano de muito trabalho, mas a gestão conseguiu dar continuidade a projetos e realizar obras que atendem necessidades da população. Ele citou serem de grande relevância a construção do anel viário de acesso à BR 242, as obras de saneamento e urbanização no Conjunto Universitário, dentre outras.

Com planejamento, trabalho em equipe e parcerias o município enfrenta a crise “e seguimos atuando em cada canto de Itaberaba, com intervenções, oferta de serviços, obras e melhorias”, afirmou. O vice-prefeito exemplificou citando que a Vigilância em Saúde foi equipada para dinamizar o desempenho dos agentes de saúde, “que são fundamentais na interlocução entre povo e gestão”.

Para 2024 o governo municipal planeja dar continuidade a projetos de pavimentação, “melhorias e ampliação da rede municipal de ensino e mais mutirões de saúde encarando de frente a demanda reprimida”. Em especial, ele apontou a requalificação do Açude Juracy Magalhães como salutar. “Um projeto audacioso que alia meio ambiente e lazer e que vai mudar para sempre a vida das comunidades do entorno”.

Amargosa

O prefeito de Amargosa, Julio Pinheiro, pontua que os ajustes administrativos realizados no seu primeiro mandato, anterior ao atual, foram fundamentais para que, nas atuais circunstâncias, consiga manter obras em andamento e projetar outras para breve.

“Mantivemos o foco naquilo que impacta na vida das pessoas, como obras de mobilidade, praças e investimentos altos em educação e saúde”, disse, acrescentando que um diferencial da gestão tem sido a atenção especial à Educação Integral e creches. Juntas matricularam 1.205 crianças e estudantes em 2023, sendo 440 alunos dos anos iniciais e finais. Para 2024 a meta é chegar a 1.610 matriculas nas duas modalidades, sendo 840 da educação integral.

Para 2024, Pinheiro planeja com sua equipe a ampliação e qualificação dos serviços públicos. Argumenta por esta necessidade, afirmando que “nos últimos anos a crise econômica e o envelhecimento da população demandam mais por estes serviços”.

Cachoeira

“O ano de 2023 foi de luta pela dignidade de Cachoeira e por uma melhor qualidade de vida dos seus habitantes”, resumiu a prefeita Eliana Gonzaga, pontuando que foram alcançadas importantes conquistas para a população nas mais diversas áreas como saúde e ação social. Ela lembrou que, entre outros eventos de grande repercussão, a cidade sediou o internacional Ciclo Afro, “com discussões e reflexões sobre as poéticas da diáspora africana no Brasil”.

Um dos destaques do trabalho este ano “é o Plano Municipal de Educação Antirracista, que começou a ser executado e foi apresentado durante o Fórum Estadual de Gestores Municipais de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Bahia”, disse satisfeita, acrescentando que a ideia é propagar o projeto para outros municípios.

A execução de obras com recursos próprios e através de parcerias, principalmente com o governo estadual, de acordo com a gestora garantirão melhorias em diversos setores, a exemplo de estradas ligando distritos e povoados. “Continuaremos firmes em 2024, trabalhando pela dignidade da população, com qualidade de vida, desenvolvimento sustentável e respeito à diversidade”, asseverou.

Sítio do Mato

Município ribeirinho do São Francisco e de clima semiárido, Sitio do Mato também decretou emergência por causa da seca e tem vivido grandes desafios para honrar os compromissos. A grande conquista do ano foi o asfaltamento da BA-161, que beneficia a população, em especial da comunidade Mangal 2.

Para enfrentar a crise econômica e buscar alternativas de empregabilidade, a equipe liderada pelo prefeito Cássio Cursino buscou parcerias com o governo do estado e emendas parlamentares fomentando obras que tem impacto positivo na vida das comunidades e trazem oportunidades de trabalho neste momento crucial.

Para o ano de 2024, além da perspectiva da conclusão dos trabalhos de recuperação das estradas vicinais causa expectativa na região a conclusão da segunda etapa da revitalização da Orla da Prainha do Cascalho, foz do Corrente no São Francisco. Segundo Cursino, a obra vai movimentar a economia, fomentando o turismo e lazer.

Vitória da Conquista

Diante do desafiador ano de 2023 o governo de Vitória da Conquista também driblou as dificuldades para garantir que os investimentos chegassem aos mais carentes e às áreas que demandam maior atenção, como Saúde, Educação e Assistência Social. Entre as prioridades está a valorização dos servidores e o Programa Municipal de Habitação para o Servidor Público com três etapas, somando 900 moradias.

Entre as iniciativas do município, o Complexo de Escuta Protegida já é modelo com chancela da Unicef e Childhood, para depoimentos de crianças e adolescentes em situação de violência, evitando a revitimização. Outro destaque é a revitalização do Parque Municipal Lagoa das Bateias, um dos principais espaços de lazer e esporte do município e um sonho antigo da população.

“As dificuldades foram muitas, mas estamos convictos de que não paramos de avançar em nenhum momento. Temos um compromisso com esta cidade, que está entre as mais seguras e melhor para se viver no Nordeste”, enfatizou a prefeita Sheila Lemos.

Juazeiro

Cidade polo da região norte da Bahia, Juazeiro está com estado de emergência pela seca homologado pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec).

A situação atinge diversas regiões de clima semiárido baiano, levando 171 gestores decretarem emergência por seca, dos quais, 95 homologados pelo estado e 83 pela União, sendo que alguns já obtiveram duplo reconhecimento.

Neste contexto, Juazeiro também teve ações com cortes de gastos e adequações, mobilizando a equipe que faz parte da gestão municipal para manter todos os serviços de atendimento à população. Projetos em diferentes áreas de atuação foram executados, construindo, requalificando e transformando a vida dos cidadãos.

“O ano foi difícil e desafiador, mas conseguimos, através de uma administração pautada pela responsabilidade com o dinheiro público, realizar muito. Fechamos o ano com um balanço positivo”, comemorou a prefeita Suzana Ramos, salientando que a meta para 2024 é continuar o desenvolvimento do município com reflexo positivo na vida da população.

Ela pontuou que a gestão planejada lhe garante honrar os compromissos e disse que a administração está investindo recursos próprios, “fruto do trabalho do nosso povo em mais infraestrutura, saúde, educação, esporte, cultura, assistência social, valorização dos servidores e vários outros setores”, enfatizou.

Ituberá

Chamada de ‘joia da Costa do Dendê’, Ituberá tem turismo diferenciado pelas opções como a Lagoa Santa, cachoeiras, balneários e praias, a exemplo da famosa Pratigi, onde começa dia 27 de dezembro a 17ª edição do festival de música eletrônica Universo Paralello, dando grande visibilidade ao turismo local. Para impactar no entorno, todo imposto arrecadado com o evento será revertido para desenvolvimento das comunidades próximas.

Diante da crise dos municípios, para manter as contas sob controle com manutenção de serviços fundamentais, uma das medidas foi a redução de recursos para eventos, afirmou o prefeito Reges Aragão. Ele reclamou das dificuldades, mas está satisfeito com as vitórias obtidas este ano, que atribuiu ao trabalho conjunto com funcionários públicos e outros parceiros.

Para 2024 Aragão pretende “potencializar as ações e avançar nas obras’, disse, acrescentando que projetos estruturantes como a Rodoviária e o Mercado Municipal estão na pauta, assim como investimentos na saúde e educação, com a perspectiva de ofertar ensino em tempo integral nas 21 escolas da rede municipal.

Leia Mais:

>> Bahia busca criar ambiente de negócios mais simplificado

>> Escoamento e custo de produção são desafio

>> Novos investimentos fomentam o interior

>> Bahia na etapa nacional do Torneio de Robótica

>> Municípios baianos encerram 2023 registrando conquistas

>> Confira a edição do Caderno Municípios desta quinta-feira

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Repórter cidadão

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Publicações Relacionadas

A tarde play
0rla Maritima de São Francisco do Conde passou por requalificação
Play

Prefeitura de Ipirá mantém ônibus escolar sucateado após denúncias

0rla Maritima de São Francisco do Conde passou por requalificação
Play

Prefeito 'vira' whisky no palco e transmissão sai do ar; vídeo

0rla Maritima de São Francisco do Conde passou por requalificação
Play

Motoristas na Rodoviária se revoltam com Transalvador: "Indignada"

0rla Maritima de São Francisco do Conde passou por requalificação
Play

Em Ribeira do Pombal, estradas sem calçamento deixam moradores ilhados

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA