Pandemia da covid-19 está 'longe de ter terminado', alerta OMS

Diretor da organização recomenda uso de máscaras e protocolos de detecção e tratamento

Publicado terça-feira, 12 de julho de 2022 às 13:42 h | Atualizado em 12/07/2022, 13:42 | Autor: AFP
A OMS anunciou, por decisão unânime do comitê, a manutenção da pandemia de covid-19 na categoria de "emergência de saúde pública de âmbito internacional", o nível de alerta máximo da organização
A OMS anunciou, por decisão unânime do comitê, a manutenção da pandemia de covid-19 na categoria de "emergência de saúde pública de âmbito internacional", o nível de alerta máximo da organização -

A pandemia da covid-19 está "longe de ter terminado" - advertiu o diretor da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, nesta terça-feira (12).

"Novas ondas do vírus mostram, mais uma vez, que a covid-19 está longe de ter terminado", disse Tedros, em uma entrevista coletiva em Genebra. 

“À medida que as hospitalizações e a transmissão da covid-19 aumentam, os governos devem implementar medidas, como o uso de máscaras, melhor ventilação e protocolos de detecção e tratamento”, acrescentou, alguns dias após a divulgação, por parte da OMS, dos resultados da última reunião do comitê de emergência da covid-19, na sexta-feira passada (8).

A agência das Nações Unidas anunciou, por decisão unânime do comitê, a manutenção da pandemia de covid-19 na categoria de "emergência de saúde pública de âmbito internacional", o nível de alerta máximo da organização. 

A comissão ressaltou a diminuição dos testes de detecção e do sequenciamento do genoma, o que torna "cada vez mais difícil" a avaliação do impacto das variantes da covid-19. Destaca, ainda, "a inadequação da vigilância atual" da pandemia. 

O comitê observa o recente aumento do número de casos de covid-19 em diferentes regiões do mundo, assim como a falta de medidas de saúde pública adaptadas nas regiões afetadas pelo ressurgimento de casos.

Publicações relacionadas